Com Hélio, a saúde de Guamaré avança a passos largos.

Resultado de imagem para centro cirúrgico Guamaré

A saúde pública da Guamaré sempre será uma prioridade na gestão de Hélio. Desta forma, durante todo seu mandato, o prefeito Hélio vem investindo pesado para atender as demandas e os programas implantados na área da saúde no município.

Foi através destes investimentos que o Hospital Manoel Lucas de Miranda de Guamaré tornou-se referência no estado, através do Centro Cirúrgico que realiza diversos tipos de procedimentos cirúrgicos de alta complexidade para população de Guamaré, como também para população de outros municípios vizinhos.

Mas não é só isso, o prefeito entregou a Unidade de Pronto Atendimento Francisca Maria da Conceição, totalmente reformada e ampliada à população do distrito de Baixa do Meio.

Os cinco Postos da ESF- Saúde da Família, instalados na sede do município, nos distritos e assentamentos também recebem investimentos para oferecer serviços de qualidade para toda população Guamaré.

Mas a gestão não parou por aí. A prefeitura implantou o Centro de Habilitação e Reabilitação funcional, oferecendo saúde e cidadania para os seus munícipes.

Também foi entregue a população em CEO – Centro de Especialidade Odontológico e mais duas Unidades Básicas de Saúde, uma no distrito de Baixa do Meio e outra no assentamento Santa Maria III.

Tudo isso mostra que na gestão de Hélio, a saúde de Guamaré só cresceu e avança cada vez mais a passos largos, e esse crescimento só é possível pelo o fato do município ter um gestor focado com a saúde, o bem estar e desenvolvimento do seu povo.

Com Hélio, temos certeza que a saúde vai continuar avançando, também temos certeza que com Hélio é povo de novo!

Resultado de imagem para centro cirúrgico Guamaré

       Publicidade:


Macau: Ministério Público pede impugnação das candidaturas de Zé Antonio e Coronel Fernandes.

doc1

Como era de se esperar, o Ministério Público Eleitoral entrou com ação de impugnação ao registro de candidatura do médico José Antônio Menezes Souza (DEM) a prefeito de Macau, pela coligação “A força que vem do povo”, uma vez que o ex-prefeito (1997 a 2004) teve suas contas reprovadas pela Câmara Municipal de Macau por recomendação do Tribunal de Contas do Estado, tem pendências junto ao Tribunal de Contas da União e havia sido condenado por compra de votos em 2008, perdurando a sua inelegibilidade por 8 anos, até depois da eleição de 2016. A surpresa ficou por conta do pedido de impugnação do Ministério Público à candidatura de André Luiz Fernandes da Fonseca (PRB), conhecido como Coronel Fernandes, integrante da chapa da mesma coligação na condição de vice-prefeito.

A impugnação pedida contra a candidatura do ex-prefeito José Antônio Menezes não surpreendeu a classe política de Macau, uma vez que era do conhecimento geral de que o representante do Democratas tinha impedimentos perante à Justiça Eleitoral, estando enquadrado na Lei da Ficha Limpa e, inclusive, havia sido aconselhado por familiares e amigos a não pleitear disputar a eleição de 2016.

Na sua argumentação inicial, a promotora Fladja Raiane faz a citação “Resta impossível o deferimento do registro de candidatura do impugnado, tendo em vista que ele se enquadra na hipótese prevista no artigo 1º, I, J, da Lei Complementar nº 64/90, segundo o qual são inelegíveis “os que foram condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, por corrupção eleitoral, por captação ilícita de sufrágio, por doação, captação ou gastos ilícitos de campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma, pelo prazo de 8 (oito) anos a contar da eleição”. Essa sentença a qual se refere a promotora aconteceu em 30 de novembro de 2010, com trânsito em julgado em 18 de fevereiro de 2011, “sendo imposta multa e decretada a inelegibilidade do candidato ora requerido, conforme verifica-se na decisão em anexo”.

       Publicidade:


Eleição 2016: Eliane de Edinho apresenta material publicitário de campanha.

       Publicidade:


A política em Guamaré está gerando discussões e quebra de amizades nas redes sociais.

É fato, que hoje muitos analfabetos funcionais conseguiram o tão sonhado diploma de cientista político, isso graças às redes sociais que fomentam discussões acaloradas e até brigas que chegam aos tribunais do Brasil inteiro, pela intolerância e radicalismo de muitos que não pensam antes de postar qualquer comentário.

Graças (ou a desgraça), deste fenômeno, observamos um grande número de amizades desfeitas, discussões acaloradas em espaços presenciais e digitais, intensa polarização entre a militância, radicalismos, extremismos de toda ordem e um elevado grau de intransigência parecem ter caracterizado boa parte das discussões que ouvimos, vivemos ou testemunhamos desde que começou a campanha eleitoral.

Verdade que as redes sociais, também ajudam muito a população a colocar para fora sua indignação por alguma coisa ou outra, ou tornar mais público o que já é público. As discussões políticas estão acabando com muitas amizades.

E com isso, fica provado que não é só nos debates que as divergências ficaram mais expostas. Na internet, as redes sociais acabaram se tornando espaços públicos de brigas. Muitos amigos se exaltam e se ofendem por causa da politica.

A partir de agora resta saber se de fato a política pode ser maior que uma amizade, e que se haverá de fato reconciliação após esse período. Pois na maioria das vezes o amigo de ontem é o adversário de hoje, e poderá ser um forte aliado amanhã.

A amizade não pode ser questionada a partir do momento em que o amigo opinar diferentemente sobre uma questão política. Se há a confiança (e confiança é à base da relação), a amizade deve ser preservada como um rico tesouro, pois que de fato o é.

       Publicidade:


Eleições 2016: Coragem e atitude para mudar Guamaré.

       Publicidade:


Cartório Eleitoral de Macau recebe três pedidos de impugnação de candidatura de Mozaniel.

A juíza da 30º Zona Eleitoral, Andrea Cabral Antas Câmara, recebeu nesta terça, 23, três pedidos de impugnação do candidato a prefeito Mozaniel de Melo Rodrigues. Mozaniel concorre a cargo de prefeito de Guamaré pela “Coligação Guamaré Merece Mais” (SD / PV / PT).

O primeiro pedido de Impugnação do Registro de Candidatura de Mozaniel foi apresentado em cartório no último domingo, 21/08/2016, pelo advogado Edinor Albuquerque de Melo.

O segundo pedido apresentado em cartório na segunda-feira, 22/08/2016, foi feita pela Coligação Vitória do Povo (PDS/PT/PDT), quem tem Helder como candidato a prefeito.

O terceiro pedido de Impugnação do Registro de Candidatura de Mozaniel foi feito pelo Ministério Público Eleitoral e foi apresentada pela Promotora Fladja Raiane nesta terça feira, 23.

Mozaniel Concorreu às eleições de 2012 pelo Partido Progressista, mas teve sua candidatura impugnada por ter contra ele uma ação de improbidade “transitado em julgado”,  na comarca de Macau.

Mozaniel terá o prazo de sete dias para fazer defesa da sua candidatura ao Juiz Eleitoral.

       Publicidade:


Eleições 2016: Agenda da Coligação “Guamaré Merece Mais” para esta quarta-feira (24).

       Publicidade:


Eleições 2016: Ivanilson apresenta material publicitário de campanha.

       Publicidade:


MP pede impugnação da candidatura de Mozaniel a Prefeitura de Guamaré.

Resultado de imagem para mozaniel guamaré

O Ministério Público Eleitoral de Macau deu entrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral (RN), em um pedido de impugnação da candidatura de Mozaniel de Melo Rodrigues, à Prefeitura de Guamaré.

A ação de impugnação ao registro de candidatura é de autoria da promotora Fladja Raiane Soares de Souza, e foi protocolada na 30º Zona Eleitoral do RN.

Clique aqui e veja a decisão do MPE

http://www.tre-rn.jus.br/@@processrequest

Sem título-1

       Publicidade:


Convite: 1º Encontro de Tecnologia Educacional de Guamaré.

IMG-20160823-WA0016

       Publicidade:


Presidente da Câmara, Eudes Miranda, encerra sessão por falta do vereador quórum.

“O presidente da Câmara, Eudes Miranda, vem cumprindo na risca o horário do inicio das sessões às 15 horas, horário regimental em respeito ao povo”.

Resultado de imagem para nao houve sessão por falta do vereador quorum

O presidente Eudes Miranda, deu início a sessão sozinho às 15 horas, dentro dos 15 minutos de tolerância apareceu mais quatro vereadores. Mesmo assim, o numero foi insuficiente para dá quórum.

A palavra “Quórum” tem origem latina, e designa “o número requerido de assistentes a uma sessão de qualquer tipo de deliberação ou parlamentar para poder tomar uma decisão válida”. Assim, os parlamentos utilizam este termo para determinar quando existe possibilidade para que sejam tomadas decisões ou votações de projetos ou outras deliberações.

No caso da Câmara Municipal de Guamaré, os projetos de Lei, indicações e moções, por exemplo, para serem votadas e deliberadas em qualquer âmbito de uma Sessão Ordinária ou Extraordinária, há a necessidade de estarem presentes 6 vereadores, no mínimo, ou seja, a metade mais 1 do total de 9 parlamentares.

E na sessão desta terça-feira (23), foi encerrada antes do término normal esgotando o horário regimental às 15 horas e 15 minutos dado de tolerância em espera. Entretanto, o presidente Eudes Miranda, fez referência explícita sobre a fata de quórum para apreciação de alguns projetos que constava na pauta de hoje.

Apenas quatro vereadores se encontravam no plenário no momento em que o presidente abriu a sessão. O chefe do poder legislativo solicitou que fosse lavrada a ata declaratória da ocorrência e encerrou a sessão por falta de quórum, convidando o povo para se fazer presente na próxima sessão, que será realizada no próximo dia 30 na Câmara Municipal.

Registrado poucos populares no plenário.

Estavam presentes no momento da abertura e encerramento da sessão os vereadores Gustavo Santiago (SD), Edson de Moaci (PV), Damião Rodrigues (PR), além do presidente, Eudes Miranda (PR).

       Publicidade:


Disputa para vereador em Guamaré tem 60 candidatos a 09 vagas na câmara.

A Justiça Eleitoral recebeu o pedido de registro de 60 candidatos a vereador em Guamaré, número que corresponde a 60 concorrentes disputando cada um das 09 cadeiras do Legislativo.

O número de candidatos, porém, ainda pode mudar. A Justiça vai julgar os pedidos de registros e podem indeferir candidaturas de concorrentes que não apresentarem os documentos exigidos ou aqueles que forem enquadrados na Lei da Ficha Limpa.

Apesar do surgimento de uma terceira força formando mais uma coligação, o número de candidatos a vereador teve um ligeiro aumento em comparação com a última eleição, quando 54 candidatos disputaram as 09 vagas na Câmara. Cada partido ou coligação pode registrar até 50 candidatos a vereador.

Campanha 

A propaganda eleitoral para os candidatos começou na terça. Os concorrentes estão liberados para distribuir material gráfico, realizar passeata, comício e distribuição de santinhos. Na prática, porém, a campanha nas ruas ainda não começou.

A burocracia é o principal motivo para o atraso das propagandas nas ruas. Isso porque, para efetuar qualquer gasto, o concorrente precisa do seu CNPJ, emitido pela Receita Federal após o registro da candidatura, e a abertura da conta bancária.

Sem esses dados, os candidatos não podem encomendar material de publicidade e contratar formalmente os cabos eleitorais. Coordenadores de campanha e presidentes de diretórios municipais já previam a demora por causa do curto espaço de tempo entre o registro e o início da propaganda eleitoral. A estimativa é que o clima eleitoral tome conta das ruas somente na semana que vem.

Se a campanha eleitoral pelas ruas de Guamaré ainda não decolou, os nomes e números dos candidatos já tomaram conta da internet e das redes sociais. A divulgação dos concorrentes começou a ser feita através de vídeos, banners e discursos em suas páginas pessoais.

A internet e as redes sociais serão uma ferramenta fundamental na conquista por votos, principalmente pelo orçamento mais curto causado pela crise da economia e das restrições de financiamento de campanha, já que não são mais permitidas doações de pessoas jurídicas.

       Publicidade:


Bomba: Candidato a prefeito em Guamaré pode ter apresentado certidão falsa à justiça eleitoral.

“Já estou sentindo o cheiro da pólvora! Aguarde só mais um pouquinho”.

       Publicidade:


Eleições 2016: Agenda da Coligação “Vitória do Povo” para esta terça-feira (23).

       Publicidade:


Por que votar 15, por que votar em Hélio e Iracema.

Acreditar no esporte é acreditar na Vida, na criança, no jovem, no adolescente  e adulto, é promover inclusão social e cidadania.

É pensando dessa forma que Hélio como prefeito dar total apoio para que a Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude de Guamaré, desenvolva o esporte no município.

Trabalhando de forma organizada, a secretaria criou seu calendário anual de eventos esportivos com várias modalidades e com abrangência para todos os Guamareenses.

A secretaria  criou diversos programas e projetos esportivos focados para juventude e têm colhido ótimos resultados e dado visibilidade ao município em todos os eventos que tem participado. São projetos como, Livro na Mão, Bola no Pé, Formando Campeões, Pequenos Samurais, Gol de Letra e tantos outros que vem fomentando inclusão social para a juventude. Já do projeto “Bem Estar”, voltado para as mulheres, tem a finalidade buscar hábitos e práticas que contribuam para a saúde e qualidade de vida.

Todo esse trabalho desenvolvido tem mostrado que a gestão do prefeito Hélio tem compromisso com os todos os segmentos e busca todas as formas manter o cidadão inserido na sociedade.

Com Hélio temos certeza que o esporte vai continuar avançando, pois com é Hélio ” é o povo de novo”

       Publicidade:


Mensagens anteriores