setembro 13th, 2017

Guamaré realiza 2ª Oficina de Planejamento da V Semana do Bebê

Aconteceu na tarde desta terça-feira (12) a oficina de Planejamento  da  V Semana do Bebê de Guamaré, que ocorre todos os anos entre os dias 06 a 12 de outubro. A oficina contou com a presença de Edna Fernandes, representante da Rede Estadual pela Primeira Infância (REPI-RN), dos Secretários Municipais de Administração (Fabrício Morais), Articulações (Miranda Júnior) e Educação (Cinthya Katteriny), e foi presidida pela Secretária de Assistência Social e Articuladora do Selo UNICEF no município, Marisa Rodrigues. Além deles, estavam representantes do Conselho Tutelar, do Conselho de Direito da Criança e do Adolescente e Pastoral da Criança, e técnicos da Saúde, Educação, Esporte e Lazer, Assistência Social e Turismo.

A oficina apresentou o Projeto da V Semana do Bebê de Guamaré, que este ano trará como tema “Papel da Sociedade no Desenvolvimento da Primeira Infância – A construção da cidadania nos primeiros 1000 dias de vida”. Foram definidos as responsabilidades e os técnicos que farão parte das subcomissões, bem como apresentação das atividades de Mobilização (Pré-evento) e da própria Semana do Bebê. A Secretária Marisa frisou que poucos municípios do Rio Grande do Norte já realizaram tantas Semanas do Bebê quanto o nosso, destacando o sucesso e o reconhecimento nas II e III Mostras Internacionais da Semana do Bebê. A Semana do Bebê este ano também frisará suas ações baseadas no Programa de Atendimento a Primeira Infância – PAPI.

Por fim, a Secretária disse que o Projeto da Semana do Bebê de 2017 estava fecundado e pronto para nascer em outubro. Ela fez destaque também à importância das parcerias que são essenciais para o sucesso da Semana do Bebê todos os anos, como também a ampliação das ações por todas as secretarias envolvidas em todas as localidades da área rural. A próxima etapa dentro do planejamento será a reunião das subcomissões para garantir a infraestrutura e demais eventos da programação.

Presidente do Sindserg voltar a atacar o Blog Guamaré em Dia.

“Presidente Edson Rocha não apresentou a Carta Sindical, não presta conta dos recursos da entidade, e não devolveu mais de R$: 20 mil adquiridos ilegalmente aos cofres públicos”.

Era natural alguém se sentir incomodado com as postagens do blog Guamaré em Dia, que por sinal tem prestado um estimável serviço à população, mostrando a realidade nua e crua ao povo Guamareense. O portal tem sido desde sua criação um espaço democrático, participativo e interativo. Este espaço foi criado com a proposta de inovação contínua, procurando sempre retratar o cotidiano de Guamaré e região, discutindo principalmente o cenário político/administrativo do nosso município.

O titular deste espaço sempre procurou moldar o blog e nele escrever com a melhor das intenções, nunca esquecendo que os posts reproduzem o ponto de vista do titular sobre o que é discutido. Publicando sempre o que há de certo ou errado no município com intenção de ajudar a melhorar a qualidade de vida do povo Guamareense.

Mas diante da formação de opinião do blog e da quantidade de pessoas que visitam este espaço por dia, isto tem incomodado uma meia dúzia de pessoas, entre estas o atual presidente do Sindicato dos Servidores Público de Guamaré Sr. Edson Rocha, que é Guarda Municipal. Ele entrou com uma ação no TJRN, usando os recursos, e o advogado do próprio sindicato, contra o blog Guamaré em Dia e seu editor, na tentativa calar nossa voz. “Quem deveria me defender me ataca”.

Tenho o dever de tonar público para conhecimento dos leitores e internautas que o editor do Blog foi notificado por um oficial de justiça sobre a ação movida pelo o SINDSERG e por seu presidente Edson Rocha. Na sua reclamação, o presidente deixa claro que o motivo principal foi por uma postagem publicada no blog que envolve seu nome e o nome do SINDSERG, e acreditem se quiser… Ele chega a cobrar INDENIZAÇÃO por danos morais. Pasmem!

Ele se sente prejudicado e incomodado pelo o fato de ser cobrado pelo o portal referente a prestação de contas da instituição. Afinal, o dinheiro da instituição é público, é do povo, mas talvez a maior razão tenha sido de fato quando afirmei com provas que o presidente Edson Rocha deveria dar o exemplo, e devolver mais de R$: 20 mil aos cofres públicos adquiridos ilegalmente, e que teve o apoio do secretário de segurança Francisco Gomes (COCÓ), responsável pela folha de pagamento da pasta da secretaria de segurança e defesa patrimonial, onde o mesmo recebe seus proventos como Guarda Municipal.

Clique aqui e relembre:

Mesmo licenciado para o cargo de presidente do SINDSERG, Edson Rocha recebeu valores indevidos da prefeitura de Guamaré.

Ou talvez pelo o fato do blog ter noticiado em primeira mão que o presidente Edson Rocha, publicou a mentirosa informação no próprio site da entidade, nas redes sociais, e alguns blogs republicaram um fato que não existe. Que o SINDICATO tinha a carta sindical, fato que não é verdade. Afirmamos aqui que o SINDSERG vem funcionando sem registro junto ao Ministério do Trabalho até o presente momento, essa publicação deve ter incomodado o atual presidente Edson Rocha, que resolveu revidar, invés de ter pedido o direito de resposta que sempre foi lhe dado.

Clique aqui e relembre:

Presidente do SINDSERG tenta se promover e emite nota falsa a imprensa

Enquanto neste mundo a maioria das pessoas entender a linguagem, outras interpretam de forma equivocadas. Infelizmente existem criaturas que se sentem incomodadas com a realidade. Embora seja exposta pelo o blog de forma construtiva.

Há pessoas que não sabem diferenciar ou valorizar o que temos de útil no município, demonstram dentre tantas coisas a incompetência generalizada e em vez de aceitar a crítica ou elogio, revida de maneira brusca.

Por fim, o Blog Guamaré em Dia e seu editor irá se defender das acusações do presidente do SINDSERG, é o que garante a CF/88, mais reafirmo que o Sindserg não tem carta Sindical para funcionar legalmente. Sugiro que algum servidor filiado tente convencer o presidente, a devolver o dinheiro público adquirido irregularmente a prefeitura, e que divulgue a prestação de contas de sua gestão de janeiro de 2016 à agosto de 2017, dando total transparência ao atos do Sindicato a população.

Absurdo: Com salários de R$ 8 mil e recesso de 5 meses por ano, vereadores de Assú aprovam auxílio de R$ 1 mil

Resultado de imagem para GIF HOMEM ASSUSTADOUma lei aprovada pela Câmara de Vereadores de Assu, e sancionada pelo prefeito da cidade na semana passada, causou polêmica no município da região Oeste potiguar. É que, além do salário de R$ 8 mil, os parlamentares agora vão receber R$ 1.040 de auxílio alimentação.

O benefício para vereadores e servidores efetivos vai gerar um aumento de R$ 70 mil no gasto mensal da Casa. A medida é criticada por populares insatisfeitos que ressaltam que o Poder Legislativo do município ainda tem cinco meses de recesso por ano – inclusive neste mês de setembro. Assu tem pouco mais de 53 mil habitantes, de acordo com o IBGE.

O projeto da Mesa Diretora da Câmara foi aprovado unanimamente pelos 15 vereadores. Além dos parlamentares, os servidores de nível superior receberão R$ 351 de auxílio alimentação. Os de nível médio vão perceber aumento de R$ 157 e os demais, R$ 133,5.

A Câmara afirma que houve cortes de outros gastos como pagamento de telefone dos vereadores e repasses a blogueiros da cidade. Mas essa economia seria de R$ 7,5 mil – cerca de 10% do total do novo gasto anunciado.

Quando em atividade, a Câmara de Assu conta com duas sessões por semana, às terças e quintas-feiras, o que totaliza 56 reuniões plenárias por ano. Cada uma com duração de duas horas.

De acordo com o calendário anual do Legislativo, a Câmara tem sessões de março a maio e realiza um recesso em junho. Os vereadores voltam a trabalhar em julho e agosto e entram em novo recesso em setembro. Só voltam a trabalhar em outubro e novembro e contam com mais três meses de recesso, de dezembro a fevereiro.G1