Sessão da Câmara: “A Prefeitura de Guamaré não é uma bodega que qualquer pessoa gerencia”. Disse Edinor

Na sessão ordinária realizada nesta terça-feira, dia 30, o vereador Edinor Albuquerque, usou a tribuna da câmara e soltou o gogó referente a saída do prefeito Hélio Miranda, e a situação se encontra o município de Guamaré.

Edinor disse que há tão pouco tempo a população tinha um governo estabilizado, todos os serviços funcionando normalmente. “Nós tínhamos vereador Eudes Miranda, uma saúde que era modelo para todo o Rio Grande do Norte, uma saúde de primeiro mundo, e do nada fomos surpreendidos por uma decisão judicial afastando um prefeito eleito pelo o povo, e decisão judicial não se discute, mas se cumpre. Só que com saída do prefeito Hélio virou um caos à cidade de Guamaré”.

Disse ainda que sua preocupação como vereador é que a falta de competência está fazendo os serviços básicos ficarem polarizados, e quando falta competência a um gestor sempre teremos que atribuir a culpa aos outros.

“Acreditem se quiser senhores e senhoras, já esta faltando oxigênio no hospital, falta água mineral nas escolas, falta água potável para lavar os banheiros, está virando um verdadeiro caos, e quem deveria ter competência para resolver a situação que se encontra o município, usa a imprensa para dizer que a culpa é dos funcionários que não querem trabalhar”. Comentou.

“Ora, desde quando a escravidão voltou ao Brasil e não me avisaram? Como você servidor é obrigado a trabalhar com quem você não acredita? Será que de fato a culpa é dos funcionários ou da prefeita interina, que apesar de estar a frente da prefeitura alguns dias e ainda sequer conseguiu fazer as senhas do banco”. Frisou

O vereador disse que “Já que houve uma articulação para assumir a prefeitura ela deveria já ter uma equipe técnica pronta para gerenciar os trabalhos, fato que não aconteceu até o momento, e os servidores não podem jamais serem responsabilizados pelos o caos existente. A prefeitura não é uma bodega que qualquer pessoa gerencia”.

Eu tenho certeza que a prefeita interina percebeu o quanto é difícil administrar uma prefeitura como a de Guamaré, e a população está mais vigilantes e de olho, esperando ainda uma resposta que não veio, mas o vereador Edinor e meu grupo politico não são do time do quanto pior melhor.

Desejo a prefeita que acerte, mas certe logo, porque o município não pode retroceder como vem acontecendo, tem que ter serviços prestados de qualidade porque a cada dia que se passa, a população fica mais exigente, e este povo não vai aceitar tudo que foi construído ser destruído em poucos dias, voltando ao passado oferecendo serviços de terceira qualidade.

(Visited 1.104 times, 1 visits today)

2 Comentários to “Sessão da Câmara: “A Prefeitura de Guamaré não é uma bodega que qualquer pessoa gerencia”. Disse Edinor”

  • Ana Mari disse:

    Chama a polícia federal pra gerir essa prefeitura meu senhor. Lei não se discuti se cumpre.

  • Cristina disse:

    Ela não pode culpar funcionários como ela diz,pois trabalhamos até ontem e teve funcionarios assim como eu que fomos ao nosso local de trabalho pra dar expediente hoje dia 01/11/2018 e qd chegamos la já estava no portal de transparência a nossa exoneração!!#Diva não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!