Quem quer faz, quem não quer manda alguém fazer!

“Quem quer, vai lá… chega e faz a obra em prol do povo, quem não quer arranja uma desculpa e sai deixando o problema maior, e culpando os outros”.

“Ver aquilo que temos diante do nariz requer uma luta constante”. George Orwell

Já ouvimos muito esse tal ‘’ditado popular’’: – quem quer faz! Quem não quer arranja sempre uma desculpa, diariamente podemos nos deparar com situações que nos leva a refletir sobre tal frase e que podemos tirar tais conclusões, em especial, do trabalho sem ação com realização da secretaria de obras na atual gestão da prefeita Interina Diva Araújo.

Apesar de completar mais de trinta dias no cargo, a população não sabe ainda o nome do secretário de obras nomeado. Quem vem se apresentando como tal, é Paulo Sabino, que foi nomeado como secretário adjunto, mesmo sem nenhuma formação técnica conforme exige a Lei.

Pois bem…

O que deveria ser da obrigação da secretaria de obras de revolver um problema existente, que vem prejudicando e muito a população e o meio ambiente, hoje é ignorado e jogado a culpa para outros.

Um problema tão fácil de resolver se houvesse vontade, uma equipe qualificada, pessoas capacitadas, mas se tornou uma muralha gigante para aqueles que, além da falta de vontade, lhe faltam competência de tornar os problemas em soluções.

Um dos canos de transferência dos dejetos da bacia antiga para a nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), quebrou-se próximo ao muro de contenção. Caberia para a secretaria de obras, e para um bom profissional, que tem o olhar de ajudar o povo e seu município, apenas cortar a parte danificada e substituir por outro cano. Teria assim, evitado um crime ambiental e duras críticas nas redes sociais e grupos de Whats App.

O estranho é que os coordenadores e supervisores da própria secretaria de obras, que era do governo anterior e continuaram no atual governo através da empresa terceirizada, sabem, ou os sabiam fazer o serviço, e resolver o problema, mas resolveram em comum acordo, junto com o secretário adjunto de obras, Paulo Sabino, usar a máquina retroescavadeira da prefeitura, e abrir uma vala até o mangue, deixando um legue de dejetos a céu aberto.

Aqui pra gente… Quem quer fazer faz, vai lá ao local do problema sem culpar ninguém e resolve. Mais quem não quer sempre arranja uma desculpa, um atalho, e sai deixando um problema bem maior, e ainda joga e culpa os outros. Essa politica precisa acabar nas secretarias, e colocar o povo em primeiro lugar.

Há quem afirme que a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), antes mesmo da Prefeita Interina, Diva Araújo, assumir a prefeitura, já se encontrava com problema na parte elétrica e sem operar, mesmo assim ninguém buscou soluções. A ETE faz a vazão e a qualidade do material final do efluente que é despejado no canal.

Esta obra deveria provocar a retirada da bacia existente próximo ao Conjunto Vila Maria, uma problemática que vem anos se arrastando, mas com funcionários e servidores que trabalham e prega o quanto pior melhor, fica difícil ter os avanços que se espera. “Em todo governo, o joio precisa ser retirado do meio do trigo, para que as obras aconteçam em tempo em prol do povo e para o povo”.

“Não se podem culpar os outros dos erros que você próprio comete” Magna Oliv.

(Visited 652 times, 64 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *