dezembro 27th, 2016

TSE concedeu liminar ao prefeito psdbista, que foi o mais votado nas eleições 2016 para assumir no dia 1º de janeiro.

Resultado de imagem para tse plenário gilmar mendes

Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garante a Dieb Taha (PSDB) o direito de assumir a Prefeitura de Colina (SP) a partir de 1º de janeiro. Isso porque, apesar de ter recebido a maioria dos votos nas eleições em outubro, o tucano não foi declarado eleito uma vez que estava com o registro de candidatura indeferida.

Em liminar assinada na quinta-feira (22), o ministro Gilmar Mendes considerou a alegação de que a posse do presidente da Câmara como prefeito interino acarretaria “dano irreparável, em razão da indesejada alternância no poder” e ainda o risco de realização de novas eleições.

Dieb Taha recebeu 7.187 votos, pouco mais da metade do total conquistado pelo adversário Tutu (SD), que teve 3.616 votos. A 178ª Zona Eleitoral, em Colina, informou que a diplomação de Dieb Taha deve ocorrer na quarta-feira (28).

Dieb Taha teve o registro da candidatura indeferido por causa de irregularidades na prestação de contas do “Consórcio Intermunicipal Integração”, em 2007. A entidade reúne seis municípios da região de Colina e era presidida pelo tucano naquele ano.

O prefeito eleito alegou que foi alertado sobre o problema pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), em 2010, quando não estava mais à frente do Consórcio. Nessa ocasião, Dieb Taha disse ter apresentado os balancetes necessários.

Liminar

Mendes suspendeu a sentença anterior da ministra Rosa Weber, que negou seguimento ao recurso especial da defesa, mantendo indeferido o registro de candidatura do psdbista. Entretanto, o ministro destacou a necessidade de o caso ser decidido pelo plenário do TSE.

“Por outro lado, neste juízo provisório, parece-me prudente aguardar a decisão do Plenário do TSE sobre o caso concreto, pois a não concessão de eficácia suspensiva neste momento acarretará realização de eleições suplementares possivelmente desnecessárias, caso este Tribunal decida favoravelmente ao candidato eleito (…)”, diz Mendes na decisão.

O ministro do TSE também apontou que, mesmo com decisões contrárias na Justiça Eleitoral de Barretos (SP) e no Tribunal Regional Eleitoral (TER-SP), “nem toda desaprovação de contas enseja a causa de inegebilidade”.

“Não há, pois, elementos mínimos que apontem conduta que caracterize ato ímprobo praticado na modalidade dolosa, entendidos, assim, como condutas que de fato lesem dolosamente o patrimônio público ou que prejudiquem gravemente a gestão da coisa pública”, afirma Mendes.

Diplomação

Dieb Taha afirma que sempre esteve confiante na decisão da Justiça porque jamais agiu de forma a prejudicar o erário público. O prefeito eleito destaca que a multa imposta pelo TCE, na época em que as contas foram rejeitas, foi recolhida e o caso encerrado.

“O Ministério Público deu parecer de que era apenas erro formal. O Conselho Estadual do Ministério Público referendou essa decisão. Não houve movimentação ou desvio financeiro. Eu recebi 70% dos votos, a população confia no nosso trabalho”, disse.

http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2016/12/tse-autoriza-candidato-impugnado-assumir-prefeitura-de-colina-sp.html

A paciência de Gustavo Santiago com o vereador Edinho de Moaci parece está chegando ao fim.

“Paciência e perseverança tem o efeito mágico de fazer as dificuldades desaparecerem e os obstáculos sumirem”. John Quincy Adams

O vereador Gustavo Santigo (SD), tem sido um parlamentar diferenciado na Câmara de Guamaré, isso é fato! Não foi atoa que o povo o reelegeu para mais um mandato com uma votação expressiva, sendo o segundo mais votado no município. A votação de Gustavo silenciou muitos, pois consegui bater nas urnas muitos candidatos que se achavam poderosos, entre eles o próprio candidato a vereador apoiado pelo ex-prefeito Mozaniel Rodrigues, Enéas Bernardinho,  que fez parte da mesma coligação de Gustavo.

É fato que a população do município abraça e ver o vereador como a maior liderança da oposição nos últimos anos, e os números e os anais da Câmara não me deixam mentir. Gustavo escreve sua história na politica com trabalho e serviço prestados, elogiando o que merece ser elogiado, e criticando o que merece ser criticado.

Pois bem…

O povo percebeu que após a aliança do vereador Edinho de Moaci (PV), com a oposição, queira ou não queira, tem levado o vereador Gustavo a ter que carregar um fardo muito pesado, um peso a mais sobre seus ombros. Observe que nas sessões da Câmara, o vereador Edinho consulta diversas vezes o líder da oposição para que possa tomar a decisão correta, e eu imagino essa persistência fora da Câmara.

Há quem afirme que o vereador Gustavo Santiago (SD), tem sido ao longo de seu mandato um guerreiro da Luz para sobreviver na politica, tendo calma, paciência e muita rapidez. Ele necessita de todas essas qualidades ao mesmo tempo para suportar o insuportável.

A recente aliança política entre o vereador Gustavo Santigo e o vereador Edinho de Moaci, me faz lembrar Califa Moauiyat quando perguntou a Omr Ben Al-Aas: “Qual é o segredo de sua grande habilidade política?”. “Nunca me meti em assunto sem ter estudado previamente a retirada. Por outro lado, nunca entrei e quis logo sair correndo”, foi a resposta de Omr Ben Al-Aas.

Trocando em miúdos, tudo leva a crêr que a paciência do vereador Gustavo com seu colega Edinho parece está chegando ao fim. Edinho se despede do mandato, e quem vai continua seu trabalho na Câmara, é sua esposa, a assistente social, Eliane Guedes. Mas aqui para gente… Gustavo terá a mesma paciência de jó com Eliane, como teve com Edinho? O tempo dirá!

Uma força estranha….Estranhíssima parece dominar o vereador Nildinho.

A ausência do vereador Josenildo Gomes (PMDB), mas conhecido por Nildinho, já não é mais sentida nas sessões ao longo de seu mandado 2013/2016. Em especial, nessas ultimas duas sessões extraordinária, dia 20/12 – 27/12, convocada através de edital pelo o presidente da câmara, vereador Eudes Miranda.

Como disse em postagem anterior aqui neste espaço, é importante a presença de todos os vereadores nas sessões seja ordinária como extraordinária para deliberação da pauta em prol do povo. O vereador não justificou sua ausência na sessão, e desligou todos seus telefones.

Pois bem…

A ausência do vereador Josenildo Gomes na sessão extraordinária de hoje (27), por exemplo, foi bastante comemorada em plenário por alguns militantes, e motivos de tristeza para outros. “Nildinho não era para ter faltava a esta sessão, sinto que não é dele esse mau comportamento, é como se fosse uma força estranha… Estraissima parece dominar o vereador” Disse Joaquim .

Nildinho foi campeão de votos nas eleições de 2012, e fracassou nas eleições de 2016. Queira ou não, o povo sempre foi, e sempre será, o maior juiz para julgar o comportamento do prefeito e dos vereadores durante o mandato.

A frase de Abraham Lincoln parece justiçar sua forma de fazer politica, e suas constantes ausências “É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do quer falar e acabar com a dúvida”.

Agências bancárias abrem até a próxima quinta-feira (29).

Resultado de imagem para bb pagamento guamaré agenciaDa Agência Brasil

As agências bancárias de todo o país estarão abertas para atendimento ao público até a próxima quinta-feira (29) e fecham na sexta-feira (30) para o recesso de Ano Novo.

O atendimento será retomado no dia 2 de janeiro, segunda-feira, primeiro dia útil de 2017.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) ressalta que contas e carnês com vencimento na data em que as agências estiverem fechadas poderão ser pagos no primeiro dia útil seguinte ao feriado bancário sem cobrança de multas por atraso.

A alternativa para o dia em que não houver atendimento nos bancos é utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, banco por telefone e correspondentes bancários como casas lotéricas e agências dos Correios.

Falta um craque na articulação política do governo na câmara.

“Falta um craque na articulação política do governo na câmara, que seja capaz de inspirar um time e que crie situações de gol…”.

Usando uma metáfora futebolística, que tanto tem feito falta em situações como a que se apresenta, é que o presidente da câmara, vereador Eudes Miranda, comanda um time em que apenas a camisa não é mais capaz de resolver tudo em campo… Faltam articuladores talentosos escalados nas posições corretas.

O que se vê nesta formação é uma defesa desarrumada, um meio campo desconexo e um ataque inoperante, que a bola não chega e não volta para marcar. As últimas sessões ordinárias e extraordinárias provam minha formação de opinião.

O craque fora de campo que a tudo assiste, não pode ser convocado para resolver este jogo, porque não está inscrito no certame. Mas bem que poderia ser chamado para dar suas imprescindíveis preleções.

Pois bem…

Na câmara, existem ainda para ser deliberada pelos os vereadores, a aprovação ou reprovação das contas dos ex-prefeitos. O julgamento das contas que abrange ex-gestores de Guamaré, pautado na ultima sessão, e deve ser pautado na sessão extraordinária marcada para hoje (27), foram baseados nos pareceres prévio do TCE.

No ponto meu de vista deverá ser feito de maneira imparcial, embora se cubra de um inafastável viés político. Até porque implicará em inelegibilidade pelo prazo de oito anos dos que tiverem suas contas rejeitadas.

O parecer prévio do TCE tem uma grande relevância na decisão do voto de cada vereador, pois é fundamentado em estudos técnicos e contábeis. É importante este julgamento para município, para a moralidade da coisa pública e para sociedade, já que o país passa pelo uma crise de corrupção sem precedentes.

Outro ponto em questão…

Domingo, dia 1º de janeiro de 2017 é o grande dia! Eleição para a escolha da presidência da câmara para o biênio 2017/2018, e promete pegar fogo. A sessão da escolha do novo presidente, está prevista para iniciar às 15 horas, e será presidida pelo o vereador Carlos Câmara.

As chapas serão registradas duas horas antes da sessão. Tudo poderá acontecer na casa do povo, inclusive nada. Há vereador que revelou ao blog que ter uma carta na manga na hora da votação.

Todos os caminhos irá levar a população a Câmara Municipal neste domingo para saber quem são de fato os candidatos? Quem são os vices das chapas registradas?. Há quem afirme que o governo tem 5 votos, e a oposição tem 4 votos até o presente momento.

Cada município tem uma gama de articuladores políticos no executivo e legislativo, aquela pessoa dotada de experiência e cacoete político, que sabe organizar encontros, reuniões, fechar acordos e age com maestria nos bastidores em favor de um bem comum.

O lado Ruim da Política: A Falta de palavra dos políticos que o povo o elegeu.

O lado ruim da política é a falta de palavra dos políticos que o povo o elegeu para serem seus representantes. Na política e na vida, o que gera confiança e sustenta uma situação, é o cumprimento do que foi combinado.

Os mais antigos afirmam que o que dá sustentação ao homem é a sua palavra. Um homem que honra suas palavras tem tudo. Aquele que não cumpre o que diz é mentiroso, não merece crédito, e quebra qualquer relação de confiança.

Que os políticos que agem assim aproveite esse período que termina uma legislatura e se inicia outra para repensar suas atitudes.

Que tenha a coragem de reconhecer seus erros, pois quando se duvidam da palavra de um representante do povo, toda uma comunidade é prejudicada.

Não há patrimônio político que resista a uma série de descumprimentos de palavra. Um homem sem palavra é um homem morto, não gera confiança, não consegue nada, e é motivo de riso e piada nos bastidores, pois ninguém acredita nele. Não existe nada pior do que isso.

O povo confia, dá um voto de confiança e, quando percebe que foi enganado, vira as costas e nunca mais prestigia aquele que não honrou o que disse.

Acreditamos que ainda há tempo de reconhecer e assumirem seus erros, pedir perdão e recomeçar de uma forma diferente, tentando salvar pelo menos o seu caráter, para que seu futuro político seja bem melhor.

Reflexão do Dia: Terça-feira, dia 27 de dezembro de 2016.

A imagem pode conter: texto