maio 9th, 2017

TRF4 mantém para esta quarta depoimento de Lula em Curitiba.

Lula PB

De Fato – O ex-presidente Lula (PT) não obteve êxito na tentativa de suspender o processo sobre o triplex de Guarujá, alojado na Lava Jato.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou o seu pedido, mantendo, dessa forma, o depoimento desta quarta-feira (10) ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba (PR). Veja AQUI

A decisão é do juiz federal Nivaldo Brunoni, convocado para substituir desembargador federal relator da Lava Jato na 8ª Turma, em Porto Alegre, João Pedro Gebran Neto.

Nesta ação penal, o MPF acusa o ex-presidente de receber um apartamento triplex, no Guarujá, litoral paulista. O imóvel faz parte de uma série de obras que a OAS assumiu após a falência da antiga cooperativa de crédito do Sindicato dos Bancários de São Paulo, a Bancoop.

LEIA MAIS

Manifestantes ligados ao MST começam a chegar a Curitiba. AQUI

Câmara de vereadores realiza sessão solene para entrega de Título de Cidadão Guamareense.

Fazendo parte da programação de aniversário dos 55 anos de Emancipação Política de Guamaré, “Terra de fé e de povo lutador”. A Câmara Municipal de Vereadores realizou na tarde desta terça-feira (09), sessão solene de entrega de títulos aos cidadãos Guamareenses.

A concessão de títulos de Cidadão Guamareense, está previsto no Regimento Interno da Câmara Municipal – Art. 15, inciso V. Todos os anos, em Sessão Solene, os vereadores prestam homenagem aos cidadãos, após aprovação dos nomes em votação no plenário do Poder Legislativo. Trata-se de um dos momentos mais solenes do município com a homenagem às personalidades que contribuíram e contribuem para o crescimento de nossa cidade.

O Presidente da Casa, vereador Emilson de Borba (LULA), destacou o trabalho realizado por todos os vereadores nesta legislatura em prol do município. A sessão contou com a presença autoridades politicas e religiosas, entidades, e a população em geral.

Religião e política partidária não se devem misturar em sociedade.

Imagine-se durante uma missa, ao qual você se dirigiu para cuidar dos temas elevados da alma, sendo obrigado a ouvir de um sacerdócio da igreja, liderança católica da cidade, um discurso político com colocações sobre política econômica, social e partidária, dentro do templo em cerimônia onde se celebrava a história de um município e de seu povo?

O discurso do Padre Flavio Bezerra na missa do ultimo domingo (07), deixou clara a intenção de constranger, levando muitos fies a se questionar… Era o Padre Flavio Bezerra mesmo que estava falando? Ou ele foi movido por uma emoção então desconhecida.

Pois bem…

É preciso manter não somente a separação entre Igreja e Estado, mas também a separação entre Religião e Política, eliminada por muitos líderes religiosos deste Brasil a fora, que desejam manobrar politicamente a massa de fiéis com discursos não condizentes com a realidade vivida.

Como um padre, que estudou teologia, que deveria ter estudado Teologia e Filosofia – ousa dizer em plena homilia da missa que a cidade precisava de educação, saúde, segurança e social? Como fazer uma pergunta a um PADRE não ofende e não é pecado… O sacerdócio sabe mesmo a fundo se a educação, a saúde, a segurança e a assistência social aos municípios estão mesmo o povo desassistido?

Duvidamos…

Pois se soubesse claramente o que é a Missa, dificilmente ele diria tal discurso. O Padre deveria ouvir melhor as vozes das ruas, do povo, fazer uma visita às secretarias mencionadas por ele na homilia, para saber de fato como está sendo prestados os serviços a população, ouvi os próprios fies da igreja que são cidadãos guamareense.

A Missa tem valor infinito…

A política não.

As palavras do Padre Flávio Bezerra colocam uma dúvida nos que as ouviram: “Será que o padre não consegue separar a religião da politica? Possivelmente ele seja partidário da herética Teologia da Libertação…” Foi exatamente o que ouvi de varias pessoas após a missa.

Rezemos para que Deus suscite sacerdotes plenos de Fé e de amor à Eucaristia, e cheios de ardor pela salvação das almas. Até que me prove ao contrário, o padre Flavio Bezerra é um homem a serviço da fraternidade.

Tomar partido envolve o risco de dividir; por isso, os padres não podem intervir diretamente na ação política nem na organização social.

Há que saudades… Saudade daquele Padre Flavio Bezerra que chegou a Guamaré em agosto de 2013. Trazendo consigo o amor de DEUS e a missão de resgatar as ovelhas católicas que estavam desgarradas.

Com seu exemplo de sacerdócio e um amor que não se mede a obra de DEUS, o Padre não só conseguiu resgatar muitos fies, mas trouxe de volta a confiança e a alegria do povo católico.

O que resta para o sacerdócio da igreja católica da cidade,  é reconhecer que Padre também erra, é um líder, mas também é um ser humano. E continuar a pregação de salvação das almas, com a mesma fé, humildade e simplicidade que sempre nortearam sua vida diária e com DEUS.

Por fim, uso como empréstimo suas próprias palavras ditas na homilia, e bem absolvidas pelos os fies que foram à igreja “Abram os seus corações para o amor, a união, o perdão e a paz”.

Guamaré faz lançamento do “Programa Acolher”

Resultado de imagem para programa acolher

Na última quinta-feira, 04 de maio de 17, foi apresentado no CMDCA e à equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, o Programa Acolher, foi iniciativa do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, através do FUNDO DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA é um fundo especial criado por lei (Decreto Municipal nº 025/2015, que regulamenta o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente) para captar recursos que serão destinados especificamente para área da infância e adolescência, tendo a finalidade específica de financiar programas, projetos e ações voltados para a promoção e a defesa dos direitos deste segmento e suas respectivas famílias.

Por meio do Edital de Apoio aos Fundos Municipais da Criança e do Adolescente 2016, a Fundação Itaú Social obteve mais de 300 propostas inscritas apresentadas em todo Brasil, dentre elas, foram selecionados 31 municípios, dos quais Guamaré foi selecionado, classificado e financiado para gestão do Programa na Secretária de Assistência Social e Secretaria de Educação.

O Programa Acolher tem como objetivo reduzir os índices de evasão escolar de crianças e adolescentes em situação de violação de direitos. O público alvo é o mesmo acompanhado pelo Programa Municipal de Enfrentamento à Reprovação e Evasão Escolar – PES, desenvolvido pela Secretaria de Educação, e crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual acompanhados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.

O Programa foi apresentado na 49ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente pela Presidente Marisa Rodrigues, e contou com a presença da Secretária Municipal de Educação, Cinthya Katterinny Miranda, e dos coordenadores pedagógicos: senhora Geovânia Marinho (Coordenadora Pedagógica Geral), que atualmente compõe o Conselho como representante titular da Secretaria Municipal de Educação; senhora Jacqueline Queiroz, membro suplente representante da Educação no Conselho; senhora Genúzia Leonardo (Coordenadora Pedagógica dos Anos Iniciais); e o senhor Roberto Aguiar (Coordenador Pedagógico dos Anos Finais), responsável pelo Programa Municipal de Enfrentamento Escolar – PES.

Além dos representantes da Educação, a Plenária contou com a presença da Presidente do Conselho Tutelar, senhora Maria das Dores Simões, e do Conselheiro Silvio Roberto. Entre os representantes da Assistência Social, estava presentes as duas coordenadoras dos CRAS de Guamaré e Baixa do Meio, Patrícia Lessa e Neide Pereira, respectivamente, e as coordenadoras da Proteção Social Especial, Karina Brito e Mércia Cislaine.

49ª Reunião Ordinária do CMDCA – Apresentação do Programa Acolher

A Presidente do CMDCA, senhora Marisa Rodrigues, especificou os objetivos do Programa, que visa aumentar a frequência escolar, em especial dos adolescentes atendidos pelo CREAS, realizar trabalhos em grupos para dialogar sobre o convívio familiar e comunitário, e construir uma cultura de amizade com a escola, aumentando, assim, a interação social entre a comunidade e o ambiente escolar. Ademais, ela detalhou as ações para 2017 e o orçamento disponível para o seu financiamento, como também destacou a importância do FIA devidamente estruturado pelo CMDCA e a gestão nesse processo de apoio às políticas públicas voltadas para criança e o adolescente. Na ocasião, também foi criada a Comissão de Monitoramento do Programa Acolher, dentro do próprio Conselho, que contará com as conselheiras Samara Gadelha e Marta Joelma, representantes da Sociedade Civil, e Jacqueline Queiroz e Caio Farias, representantes do âmbito governamental.

Técnicos e convidados presentes na Apresentação do Programa Acolher no CMDCA

À noite, o Programa foi apresentado pela Secretária Executiva do CMDCA, Kelly Pereira, no Evento de Apresentação dos Projetos Pedagógicos, onde foi apresentado todos os Programas e Projetos elaborados e realizados em Guamaré pela Secretaria de Educação, e contou com as participações dos gestores escolares, coordenadores pedagógicos, representantes do Conselho Tutelar e do Conselho de Direito, do Conselho Municipal de Educação e do FUNDEB, além das presenças do Secretário Municipal de Administração, Fabrício Morais, da vice-prefeita, Iracema Morais, e demais técnicos do município.

Evento de Apresentação dos Projetos Pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação e Cultura

Apresentação do Programa Acolher no Evento da Secretaria Municipal de Educação e Cultura

Segundo a Secretária Cinthya Katterinny, esses projetos nortearão os trabalhos desenvolvidos pela Secretaria de Educação e Cultura, visando sempre a proposta de educar em consonância com a melhoria da qualidade de vida dos alunos e do convívio das escolas municipais com a comunidade, através da redução dos índices de evasão e reprovação, e integração da família com a escola.

Geovânia Miranda dá boas vindas ao público no Evento de Apresentação dos Projetos Pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação e Cultura