maio 17th, 2017

Dono da JBS diz que gravou Temer dando aval para compra do silêncio de Eduardo Cunha, diz jornal.

Uol – Os donos da JBS, Joesley Batista e seu irmão Wesley Batista, gravaram uma conversa em que o presidente Michel Temer supostamente dá aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso na Operação Lava Jato. A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 17, pelo jornalista LAuro Jardim, do site do jornal O Globo.

Joesleu e Wesley, segundo o jornal, firmaram acordo de delação premiada com a Operação Lava Jato. A colaboração também inclui outros executivos da empresa, a maior produtora de carne do mundo.

Na gravação, feita em março, Temer teria indicado a Joesley o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F (holding que controla a JBS). Em nova gravação entregue aos procurados, o parlamentar foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil que teria sido enviado por Joesley.

 

Preparando novos talentos OBMEP 2017.

A Prefeitura Municipal de Guamaré, através da Secretaria de Educação, inova mais uma vez as estratégias de ensino/aprendizagem nas escolas da comunidade e lança “Simulado de Matemática”,  a fim de preparar seus alunos para 13ª Olimpíada de matemática nas escolas públicas OBMEP 2017.

A importância dessa ação busca “estimular” nossos alunos e despertar neles o gosto pela matemática. Esses interesses são intensificados pela mediação da tecnologia digital promovidos pela Secretaria de Educação em trabalho conjunto com o Portal Click ideia.

Os simulados estarão disponíveis no Portal por duas semanas seguidas desse mês e são destinados a todos os alunos do Ensino Fundamental II, em dois níveis distintos: 1º nível para alunos dos 6º e 7º anos; e 2º nível, alunos dos 8º e 9º anos das escolas da rede.

É esse o destaque que a Prefeitura municipal e secretaria de Educação pretendem dar aos jovens guamareenses no sentido de contribuir para a melhoria da qualidade da Educação Básica ao mesmo tempo em que oferece a oportunidade de aprendizado através das mídias digitais.

 

 

 

Qual é o papel que o município de Guamaré pode ter na segurança pública?

“O papel da polícia cabe ao governo estadual, mas há muitas outras funções que podem caber à prefeitura”.

Resultado de imagem para polici nas ruas guamaré

As eleições municipais de 2016 acabou… Em palanque quase todos os candidatos em Guamaré, tanto ao executivo como ao legislativo, pregaram e garantiram, prometendo para os eleitores, mais segurança a população guamareense.

A segurança pública passou a ser na época das eleições, uma de suas principais preocupações na campanha de cada candidato, chegou a superar temas que, tradicionalmente, ocupavam esse lugar, tais como saúde, educação e social. Mas será mesmo que a prefeitura possui função na área de segurança pública? Sim!

A Constituição Federal, em seu art. 144, estabelece que “a segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos: polícia federal; polícia rodoviária federal; polícia ferroviária federal; polícias civis; polícias militares e corpos de bombeiros militares”. Ou seja, lendo apenas a nossa constituição, ficamos com a impressão de que a segurança pública é um problema de polícia.

Então, isso equivale a dizer que apenas a polícia possui competência para lidar com os problemas do crime e da insegurança? Será que o município de Guamaré nada pode fazer em termos de prevenção ao crime?

Para estruturar a sua intervenção na seara da segurança pública, o município deve compreender qual é a dinâmica da criminalidade na cidade, pois, apenas entendendo que fatores estão relacionados ao crime, é que se torna possível pensar em que ações a serem executadas pela prefeitura para diminuir as suas ocorrências.

A prefeitura pode atuar também no sentido de instituir instâncias que viabilizem o desenvolvimento de ações integradas de prevenção e repressão ao crime. Trata-se dos Gabinetes de Gestão Integrada (GGI). O GGI permite que tais organizações avaliem os êxitos e os fracassos dos planos de ação executados, reformulando estratégias e definindo novas intervenções.

A guarda municipal é exemplo de ação que o município pode ter na seara da segurança pública. Apesar de ela ter a função de proteção do patrimônio público, sua presença tende a evitar o cometimento de crimes, por ser constituída de indivíduos uniformizados.

E, pelo mesmo motivo, aumentam a sensação de segurança do cidadão que passa pela via pública e se sente protegido com a presença de tal profissional. Por fim, mas não menos importante, a prefeitura pode contribuir para o desenvolvimento de políticas de prevenção ao crime que tenham como público alvo as crianças e os adolescentes.

Essas são apenas algumas das iniciativas que o município pode desenvolver na segurança pública. Contudo, é imprescindível que o executivo municipal tenha uma dimensão exata de como iniciativas dessa natureza podem contribuir para a redução do crime, o aumento da sensação de segurança e, por conseguinte, a melhoria da qualidade de vida no município.

Assim, cabe a cada um de nós, que residimos em Guamaré, cobrar do prefeito e dos vereadores eleitos, a realização de medidas emergenciais para que população volte a sentir segura na cidade onde vive.

Se a Secretaria Municipal de Segurança, e Defesa Patrimonial, continuar insistindo em enfrentar o crime e proteger a população dos criminosos com arma taser, a população irá ficar sempre a mercê dos delinquentes.

Devemos ressaltar que Guarda é Guarda, e Polícia é Polícia com uma ressalva… A policia militar é armada e pronta para qualquer combate, à guarda não! Mas os GMs podem muito ajudar a Polícia Militar formando parcerias em prol do povo que clama diariamente, nas ruas, nos departamentos públicos, nas redes sociais, por mais segurança.

Reflexão do Dia: Se seu coração é grande, nenhuma ingratidão o flecha, nenhuma indiferença o cansa. Leon Tolstoi

“São muitas flechadas, partindo de todos os lados, vinda de pessoas movidas pelo odeio, pelo o desespero. Pessoas estas, que deveria defender em vez de atacar. Chego à conclusão que sozinho, minhas forças não é suficiente para tantos ataques, se não houver ajuda em prol de um projeto coletivo, certamente uma dessas flechas pode me atingir, e cravar em minhas costas”.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Convite: Prefeitura de Guamaré realizará 6º Fórum Municipal do 18 de Maio.

A imagem pode conter: texto

Serra do Mel: Seis pessoas foram mortas na maior chacina já registrada no interior do RN.

Imagem

Seis pessoas foram mortas na maior chacina já registrada no interior do Rio Grande do Norte, fato que aconteceu no município de Serra do Mel, no Oeste do Rio Grande do Norte no início da noite de hoje, 16 de maio.

Os pistoleiros invadiram a casa quebrando as portas dos fundos e balearam as setes pessoas que estavam dentro da casa jantando. As vitima morreram no local. A pericia criminal encontrou pratos e panelas com restos de comida e muitas garrafas vazias de bebidas, mas segundo a equipe pericial, no momento do ataque, as vitimas estavam jantando.

Vítimas da chacina:

Anderson Damião Lopes de 19 anos de idade, sua esposa Edileusa ou Milena, também de 19 anos, recém chegados do estado de São Paulo, o agricultor Orlando, primo de Anderson, Felipe, que é natural de Natal, recém-chegado a Serra do Mel, Diogo e Luiz, que segundo informações, são da cidade de Major Sales.

Um adolescente baleado, se fingiu de morto e foi socorrido para o Hospital do município de Serra do Mel e depois transferido para o Tarcísio Maia em Mossoró.

O principal alvo da chacina, saiu ileso. Segundo informações, ele estava no local com as outras pessoas e teria saído numa motocicleta que pediu emprestada a uma das vítimas. O rapaz retornou mesmo na hora da invasão a residência pelos criminosos. Ele abandonou a motocicleta, que havia tomado emprestado momentos antes e fugiu a pé.

Ele é filho de um morador da vila e segundo registro, é responsável por vários arrastões a residências e assaltos na região. A polícia não sabe ainda qual seria a acusação ou a participação dos mortos, num possível esquema criminoso.

Segundo o perito criminal Eduardo Alexandre, os criminosos utilizaram armas do tipo escopeta calibre 12, pistola e possivelmente revolver.

Um forte esquema de segurança foi montado pelo Delegado e toda equipe da Policia Civil de Plantão com o apoio do comandante do 12º Batalhão em Mossoró, para os procedimentos no local realizados pelos Peritos Eduardo Alexandre e Renildo Marcelino. As vítimas não portavam documentos de identificação.

Imagem

Imagem

O câmara

Sessão da Câmara: “Eu não traí o prefeito Hélio”. Disse Francisca.

Na sessão ordinária realizada nesta terça-feira (16), a vereadora Francisca Galdino (PMDB), mas conhecida como Francisca do Camarão, usou sua fala para responder postagem do Blog Guamaré em Dia, que envolve seu nome, que trouxe como tema: “O beijo da traição politica”.

Veja o resumo…

Francisca disse que “Meu prefeito é Hélio, eu votei em Hélio, eu Francisca não traí o prefeito Hélio, porque não sou casada com ele, eu votei em Hélio,  por tanto meu prefeito é ele”. Concluiu

Um Policial Militar a um passo de representar a categoria na Assembléia.

Prezados Policiais Militares,

No dia de hoje foi largamente divulgado nos meios de imprensa, em especial nas redes sociais, notícias acerca da *condenação em segundo grau do Deputado Estadual Disson Lisboa, cogitando-se inclusive a possibilidade do início do cumprimento da pena* de 05 (cinco) anos de prisão.

Sem entrar no mérito do processo, sabemos que a *condenação por órgão de segundo grau (colegiado) torna o agente político inelegível pela Lei da Ficha Limpa, bem como, em caso de cumprimento de pena de prisão, seria inconcebível a continuidade no mandato* de parlamentar estadual.

Diante dessas considerações, no meio dos militares estaduais levantou-se o questionamento acerca da *possibilidade real do TC FERNANDES, que foi o primeiro suplente da coligação com cerca de 25.000 votos, assumir a cadeira* que poderia vir a ficar vaga.

Surgiu uma versão de que não o TC FERNANDES não poderia assumir pelo fato de ter deixado o partido e se candidatado a prefeitura de Macau por outra legenda, e por isso seria enquadrado na “infidelidade partidária”, *tese essa que não se sustenta, pois na verdade o partido deu a “justa causa” para o TC FERNANDES deixar o partido quando lhe negou a legenda e resolveu apoiar outro candidato na eleição*.

Dito tudo isto, ressalto a *REAL POSSIBILIDADE do TC FERNANDES assumir a vaga em caso de saída do titular* da cadeira, o que seria a *realização de um sonho da categoria de ter um PM como deputado estadual.*

Lembro ainda que isso ocorreria em um momento importante, onde na Assembleia Legislativa serão *debatidos temas relevantes para a nossa categoria como a LOB, a Lei da Diária, a Lei de Ingresso, a Previdência dos Militares, dentre outros, e com a posse do TC FERNANDES nós teríamos uma voz da categoria* para defender os nossos interesses.

*Sargento QUEIROZ-*Observador*

“Secretário está desnorteado”, Disse Sub Carlos.

Segundo o dicionário da lingue portuguesa, o significado de DESNORTEADO, significa “sem rumo; que deixou de ter um norte; que perdeu a direção ou o caminho; que se conseguiu desnortear. Que se encontra confuso, sem segurança e instabilidade”.

Foi esta a classificação que o comandante do Destacamento Policial de Guamaré, Subtenente Luiz Carlos de Souza, considerou o atual secretário de Segurança e Defesa Patrimonial do Município, Francisco Gomes, mas conhecido por Cocó, após ele ter postado nas redes sociais criticas a Policia Militar de Guamaré.

 A resposta veio de imediata.

Insatisfeito com as palavras INFELIZ do secretário, e a repercussão que tomou na mídia, o oficial de logo respondeu pela mesma rede, a saber:

Fiquei surpreso ao ver nas redes sociais uma crítica feita pelo Secretário Municipal de Segurança, sobre um evento festivo onde no nosso entender serve somente para querer aparecer, pois bem, nos da Policia Militar do estado do RN., que servimos no município de Guamaré não fomos convidados para comparecer a tal evento, se fossemos com certeza compareceríamos.

Pois bem, como poderia eu como atual comandante, ir ou mandar representante a um evento, se não foi convidado para tal, se cortaram todas as ajudas como poderia saber se era bem vindo aquele evento? Então como poderia ir a um local se não tinha conhecimento daquele fato? Acho que O SENHOR SECRETÁRIO ESTÁ PERTURBADO POR ALGUMA RAZÃO OU ESTÁ TENTANDO FAZER JOGO DE INTRIGAS ENTRE PMS E GUARDAS MUNICIPAIS, mas isso não ocorrerá, pois somos uma instituição secular e funcionários estaduais, a Guarda e Municipal e suas atribuições por enquanto não condiz com as nossas, e por isso não existe por parte da PM local, uma rivalidade entre estas instituições que são sim colaboradoras Entre si no quesito segurança pública cada uma com a sua incumbência jurídica estampada na carta magna de nossa nação.

Segundo o livro sagrado (Bíblia) pecado não é o que entra em nossa boca e sim o que sai Dela. Finalizo muito triste porque os últimos contatos com o senhor secretário foi de harmonia e paz, e ele me surpreende com suas atitudes nas redes sociais, então senhor secretário está confusão criada por nós só prejudica a sociedade de bem, por mim pode continuar com sucesso em suas brincadeiras de faz de conta que com certeza ajuda a sociedade de uma maneira ou de outra que continuarei a zela pela população da cidade na questão segurança, garantindo – lhe os seus direitos constitucionais, pois segurança e direito de todos, responsabilidade do Estado, e continuarei meu trabalho custe o que custar, desavenças, ameaças, humilhações, isto tudo tiro de letra… Sim Fernando Soares manda na casa dele e no seu blog, (Fernando a verdade) quem comanda a corporação aqui sou eu (LUIZ CARLOS DE SOUZA) Sub tenente PM.

Nota do Blog: A Polícia Militar e a Guarda Municipal se unidos fossem, seriam capazes de encontrarem as soluções necessárias para a construção de um município seguro, onde a liberdade à igualdade passaria ser uma realidade ao alcance de todas as pessoas que vivem aqui.

Há 71 presos desaparecidos e números de mortos em Alcaçuz pode se aproximar de 100.

Um relatório elaborado pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT) – órgão da União independente, mas que funciona em conjunto com o Ministério dos Direitos Humanos – aponta que o número de mortos no massacre de Alcaçuz pode chegar a 90.

Dados coletados pelos peritos que elaboraram o documento revelam que 71 detentos da unidade estão ‘desaparecidos’. Oficialmente, segundo o governo do estado, 26 presos foram mortos durante as rebeliões de janeiro e 56 considerados fugitivos.