Macau: O grande desafio do prefeito eleito Túlio Lemos…

“Será de fato fazer que todos veja seu governo pelo lado coletivo em prol de uma Macau melhor de se viver”.

Resultado de imagem para tulio lemos povo macau

O prefeito eleito, Túlio Lemos, irá iniciar seu governo no próximo dia 1º de janeiro de 2017, e terá que enfrentar problemas de todas as naturezas para fazer com que todos vejam seu governo pelo o lado coletivo.

Analisemos algumas:

O discurso:

Muito dificilmente os políticos desse país conseguem manter o discurso que teve no palanque, quando chegam ao governo. Manter o discurso dos palanques talvez seja o maior desafio desse governo que se inicia no próximo domingo, mas tudo conspira que o prefeito eleito irá manter, e governar a cidade das salinas com rumo e prumo.

Adversários:

Enfrentar na base da ideologia a desarticulação que os adversários tentaram e tentam impor ao governo de Túlio Lemos, é um grande contorcionismo que ele vem já enfrentando e deve enfrentar ao longo de sua gestão. O diálogo sempre foi o carro chefe do filho de Dona Elizabeth Lemos.

Olhando para o passado e para o presente, os poucos adversários hoje, tem o objetivo claro de impedir o funcionamento da máquina, visto que até ontem estavam lá e não tinha soluções, faltando apenas dois dias para deixar o atual governo, já fazem nas redes sociais exigências do prefeito eleito, que eles mesmos não cumpriram quando estavam no governo.

Inexperiência:

A inexperiência é outro contorcionismo que a administração de Túlio Lemos, tem que fazer. O prefeito eleito não pode jamais errar nas nomeações de assessores, secretários, e nomes de primeiro escalão… Jamais! Uma má escolha pode impedir o desenvolvimento da gestão em sofrer consequências que não se mede, até aqui as nomeações tem aprovação popular e está sendo feitas com muita prudencia e cautela.

Desenvolvimento:

Um dos carros chefes da campanha de Túlio Lemos, sempre foi pautado em trazer o desenvolvimento ao município, e resgatar a cidadania do povo macaueense. Isso requer planejamento, tempo, eficiência, eficácia e coragem de toda sua equipe.

Obras:

Começar a construir e concluir obras deixadas por outros governos é um contorcionismo por demais indigesto. Na plataforma de saída do governo de Túlio Lemos, algumas obras devem emergenciais deve logo nos primeiros meses já começar a serem feitas.

O grande desafio:

O desafio de fazer a sociedade macaueense pensar no coletivo é quase que titânico. Como sofrem os administradores por este Brasil a fora que se propõem a esse desafio, por incrível que pareça ainda existem, e o atual prefeito eleito pelo o povo, trabalha dia e noite para fazer de Macau um lugar melhor de se viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *