Edinho de Moaci se despede da legislatura sem tirar o chapéu pra ninguém.

Ser oposição é ser minoria, ter a coragem, aceitar os desafios, cortar na própria carne, lutar pelos os interesses exclusivos do povo… Isto tem feito o vereador oposicionista Edinho de Moaci, mas conhecido por Leão, desde que decidiu ser oposição ao governo.

Pois bem…

Na ultima sessão extraordinária do ano, realizada no dia (27), o vereador se despediu da legislatura sem tirar o chapéu pra ninguém. Fui sucinto em suas palavras, mas era visível sua tristeza por ter que deixar a casa do povo tão cedo, onde por três mandatos sempre defendeu os interesses da população, seja do lado do governo ou da oposição.

Na política em Guamaré, quase não há o último dia enquanto a noite não termina por completo varando a madrugada escura. Se for clara demais a madrugada, pode não servir, porque a escuridão é atrativa ou essencial aos que não podem ser vistos mudando de palavra ou trocando opinião.

A partir de janeiro, Edinho dependerá exclusivamente de sua esposa, a assistente social, Eliane Guedes, que se elegeu vereadora com sua ajuda. Há quem afirme que sustentar a base politica não será tarefa fácil sendo oposição, tendo em vista que foram 770 votos obtidos nas urnas, e esses votos irão cobrar de Edinho e Eliane, que as promessas de campanha sejam cumpridas.

Edinho de Moaci deixa a legislatura juntamente com os vereadores, Damião Rodrigues, Josenildo Gomes, e Miranda Junior, que não conseguiram se reeleger. Eles se despediram com a esperança de voltar em 2020 mais fortes do que nunca, para lutar por uma vaga no legislativo ou executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *