Emilson de Borba: Não é fácil governar a câmara de vereadores com a sombra do fogo amigo

Resultado de imagem para public speaking

Queira ou não, todo ser humano é essencialmente político. Para os gregos, ser político, como ensinou Platão, deveria ser um propósito no quais todos deveriam se dedicar. Então o que é afinal de contas ser político e presidente da Câmara Municipal de Vereadores numa cidade como Guamaré, e governar o legislativo com a terrível sensação da sombra do fogo amigo?

Administrar 24 milhões durante o biênio 2017/2018 não é coisa fácil para o atual presidente da câmara, Emilson Borba (LULA). Afinal, o dinheiro é publico, é do povo, e a cada dia há um fato novo no cenário politico,  e um obstáculo a ser superado pelo o gestor, apesar do presidente está sendo bem auxiliado pelo o Procurador da Câmara, o Advogado Sérvulo Nogueira, Lula trabalha pra tornar o Poder Legislativo forte e independente.

É fato que na câmara não dá pra acomodar todos os aliados do presidente e vereadores de oposição ao governo, e quem ficou de fora quer entrar a qualquer custo, quem está dentro quer colocar mais, faz parte da cota. E a única saída para alguns aliados que tem recebido um não do presidente por não ter mais espaço, tem sido o descontentamento, revelando o que não pode ser revelado, ou talvez possa, mas lhe falta a coragem.

Os últimos acontecimentos no legislativo em Guamaré é uma peça fundamental para descobrir de fato se existem aliados ou inimigos do atual presidente Emilson Borba (LULA). E aqui pra gente… Existe! Não é fácil para nenhum presidente governar a casa do povo com a sombra do fogo amigo.

O fogo amigo atrapalha o desenvolvimento de qualquer gestão. Para termos melhor entendimento, o fogo amigo é simplesmente alguém que diz estar do seu lado, mas conspira contra você, articulando e esperando a hora certa para se dá bem em cima daquele que tanto lhe ajudou e confiou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *