Justiça entende que chapa casada em Galinhos se beneficiou da nomeação de quase 200 cargos

Segundo decisão da juíza de Macau, Christianny Vasconcelos, o prefeito de Galinhos Fábio Rodrigues e o vice-prefeito Afrânio Reis foram condenados por se comprovarem a nomeação de 186 servidores comissionados em ano eleitoral e exoneração de 84 servidores comissionados após a eleição, caracterizando abuso de poder político; o uso da máquina administrativa em benefício da candidatura dos representados pelo prefeito; compra de votos com cheques da prefeitura; a oferta pelo prefeito de cargo e salário em troca de voto.

A magistrada determinou a cassação dos diplomas do prefeito e do vice-prefeito, além de penalidades de multa de R$ 10 mil e inelegibilidade por oito anos aplicadas somente ao prefeito Fábio Rodrigues. A juíza ordena ainda a realização de novas eleições. Celso Amâncio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *