Macau: A “viúva” precisa de preces e de velas para não virar finada

As últimas edições do Diário Oficial da Prefeitura de Macau (a famosa viúva) têm trazido capítulos já previsíveis por boa parte da população da cidade salineira, que segue desacreditada com a administração municipal. A cantiga de grilo é a mesma: falta de condições de trabalho e salários atrasados, principalmente dos servidores contratados e comissionados. Aliás, salários atrasados não é mais privilégio dessas duas categorias; depois dos aposentados, os efetivos agora entram nessa lista negra.

Exonerações a pedido dos servidores comissionados e por força da caneta do prefeito Tulio Lemos vêm deixando pastas importantes da gestão com servidores respondendo na interinidade.Secretarias como Educação, Administração, Esporte, Assistência Social e Infraestrutura, por exemplo, já tiveram mais de um titular, desde o início da gestão de Lemos e a conversa na cidade é que a dança das cadeiras vai continuar.

As notícias de hoje nas esquinas da cidade dão conta de que novas gavetas serão esvaziadas por titulares de cargos no primeiro escalão do Governo Lemos nos próximos dias.O comandante da Guarda Municipal, segundo noticiou um blog de Macau, está com a carta com o pedido de demissão pronta, aguardando apenas o prefeito retornar à cidade para entregar o cargo. Também há rumores de pedido de demissão em massa de diretores de escolas e unidades de saúde.

O quadro é assustador e o cenário é desolador. A esta altura, tem funcionário da prefeitura sem um real sequer no bolso pra comprar um pacote de velas para homenagear seus entes queridos no Dia de Finados, outros tantos, há tempos não veem uma panela fervendo no fogão de casa, sendo obrigado a fazer refeição na casa dos vizinhos ou familiares, com o cartão de crédito e a conta na bodega bloqueada.

Câmara omissa

A Câmara Municipal precisa assumir o ônus desse desastre administrativo, principalmente os vereadores que ainda apoiam o governo municipal. Ao MP cabe cobrar resposta imediatas do prefeito, sob pena de Macau virar uma cidade fantasma ou um cemitério de sonhos.

Túlio Lemos já enfrentou protestos por parte da população de Macau

(Visited 139 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.