Macau: Perdido feito cego em tiroteio, governo de Túlio usa mídia a favor de Rodrigo Aladim

Custa acreditar que tenha passado aos olhos do prefeito Túlio Lemos a matéria de um blog de Assú que deixa em evidência a ação do vice-prefeito Rodrigo Aladim ao denunciar ao Ministério Público da Comarca de Macau a falta de médicos que tem se tornado corriqueira no hospital da cidade.

A matéria se refere ao arquivamento da denúncia do vice-prefeito pelo MP, mas por outro lado, leva Aladim para o centro dos holofotes, já que o problema vez por outra está nas redes sociais de Macau, com direito a áudios do pai do prefeito e da diretora do hospital confessando o que qualquer menino buxudo já sabe: tem faltado médicos com frequência no hospital, embora por poucas horas.

A matéria afirma que o MP levou em consideração o fato do plantão médico ter sido restabelecido três horas depois no dia 02 de junho, e aí eu deixo umas perguntas para reflexão: se algum paciente tem enfartado ou sofrido um ACV nesse intervalo de tempo, teria sido salvo três horas depois à espera de um médico?

Se uma criança sofre um choque elétrico ou uma grave queda em casa e necessitasse desse serviço, teria sido salva três horas depois?

E se tem acontecido um acidente de trânsito ou uma tentativa de homicídio por arma branca ou de fogo, às vítimas estariam hoje vivas para contar a história?

(Visited 148 times, 14 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.