MPRN realiza audiência pública e debate com população melhorias para Macau

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) realizou uma audiência pública para debater, junto com a população, melhorias para a cidade Macau. Ao todo, 189 pessoas participaram da reunião realizada nesta quinta-feira (10) no auditório do Centro de Cultura Porto de Ama.

A audiência pública foi presidida pelo promotor de Justiça Mac Lennon Lira dos Santos Leite, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Macau. “Esse encontro teve como finalidade colher sugestões, críticas e demais elementos de informação úteis para auxiliar no regular trâmite dos procedimentos extrajudiciais da Promotoria, em especial para identificação de demandas sociais que exijam priorização de atuação, visando à elaboração de um plano de ação da 2ª Promotoria de Justiça de Macau para o ano de 2020, respeitado o planejamento estratégico institucional e as disposições legais cogentes acerca da atuação ministerial, bem como para prestar contas à sociedade de atividades que vêm sendo realizadas pelo Ministério Público em Macau, dentro das atribuições da aludida unidade ministerial”, explicou o promotor de Justiça.

Das 189 pessoas que compareceram ao evento, 34 populares se manifestaram oralmente, parabenizando a instituição pela iniciativa, solicitando informações e providências e abordando diversos assuntos de interesse da sociedade, relacionados a questões de saúde, educação, segurança pública, meio ambiente e defesa do patrimônio público. Além do promotor de Justiça Mac Lennon Lira dos Santos Leite, estiveram presentes na audiência Ítalo Lopes Gondim, juiz de Direito da 2ª Vara da Comarca de Macau; Maria Dyana Silva de Lira, presidente da Câmara Legislativa de Macau; Maricélia Guimarães Barbalho, vice-diretora do CEIMH; Bosco Afonso, chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Macau, além de diversas outras autoridades e representantes locais, como secretários, vereadores, advogados, o delegado de Polícia Civil e o comandante da 1ª CIPM. A ata da audiência pública será finalizada e publicada em até trinta dias, conforme Resolução 159/2017-CNMP, informando também as providências que serão adotadas pela Promotoria. Fonte: MPRN.

(Visited 29 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.