Prefeitura de Guamaré atenta aos problemas ambientais com o vazamento de óleo.

A Prefeitura de Guamaré, através da Secretaria de Segurança teve a informação que foi vista uma grande mancha de óleo nas proximidades da PUB III. O Secretário de Segurança, Dr. João Batista informou à Secretária Municipal de Meio Ambiente – Andréa Advíncula, denotando a apreensão que o rumor de Guamaré ter suas praias atingidas pode ocasionar.

Uma mancha de óleo atingindo Guamaré, certamente o impacto ambiental seria uma condição efêmera a tudo já vivido pelo Município até os dias atuais. São perdas econômicas enormes, afetando diretamente a pesca a mariscagem, o turismo, e indiretamente inúmeras famílias que dependem desse meio para sobreviver. Mas o desastre maior, com certeza seria o ambiental, com perda biótica significativa, pois temos áreas de desova de tartarugas, áreas subaquáticas de alimentação de peixe-boi marinho, nidação de aves marinhas e costeiras, além de toda a vida que dependem diretamente do ecossistema de manguezal.

A partir do exposto, a Secretária de Meio Ambiente esclarece que o Ministério Público já havia encaminhado ao município algumas diretrizes e solicitando informações sobre as ações programadas caso Guamaré viesse a ser atingido pelas manchas de óleo. Dessa forma, em resposta, acionamos a CDA que Em entrevista com o Fiscal do Centro de Defesa Ambiental – CDA na pessoa de Renildo Bruno, ele nos informou que o centro está preparado para uma possível ação corretiva caso haja derramamento de óleo, tanto no município de Guamaré quanto nos munícipios circunvizinhos, uma vez que o centro tem toda a estrutura para remediação de acidentes como este na costa marítima. Nessa situação, as prefeituras dos municípios que são monitorados pela CDA, devem comunicar ao IBAMA para acionar os serviços da PETROBRAS/CDA.

Andréa Advíncula informou ainda que contactou o Superintendente do IBAMA sobre a informação dessa mancha de óleo vista nas proximidades da PUB III o que de pronto foi destacado por Rondinelle Oliveira que o IBAMA/RN já estava informado da ocorrência e que as providências já haviam sido tomadas, com o monitoramento da mancha por sobrevoo de aeronave, a Marinha e o CDA/PETROBRAS já foram acionados e ainda uma equipe do IBAMA compondo um destacamento de 10 pessoas se deslocaram hoje à noite para a região, e pela manhã estarão sendo enviadas mais 45 pessoas.

As providências estão convergindo para que a operação seja deflagrada antes que a mancha atinja a costa, minimizando o máximo possível os efeitos deletérios desse vazamento na costa do Rio Grande do Norte. Existe ainda a possibilidade desta mancha não atingir Guamaré, após uma simulação ter sido realizada. Dependendo dos ventos e das correntes, Guamaré sairá dessa rota da mancha de óleo.

Andréa Advincula ao encerrar a conversa com o IBAMA deixou claro que o município se disponibiliza a ajudar no que seja de sua competência e possibilidade para colaborar com o sucesso da ação, afinal minimizar impactos é o objetivo de um trabalho conjunto e a Prefeitura Municipal com certeza realizará o que seja possível e necessário.

(Visited 142 times, 2 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.