Preocupado com a economia, Trump pede o fim do confinamento por coronavírus nos EUA

O presidente Donald Trump anunciou nesta terça-feira que deseja aliviar o isolamento causado pelo novo coronavírus nos Estados Unidos e reativar a economia em três semanas, embora o governador de Nova York tenha avisado que a crise atingirá seu pico nesse período.

“Muitas pessoas concordam comigo. Nosso país não foi projetado para fechar”, disse ele à Fox News. “Pode destruir um país dessa maneira, fechando-o”, assegurou o presidente

“Eu adoraria ter o país aberto e realmente quero que seja para a Páscoa”, disse Trump nesta entrevista em um formato de programa de bate-papo. A Páscoa será em 12 de abril.

Medidas de distanciamento social e quarentena foram instituídas em grande parte dos Estados Unidos, levando a uma queda acentuada da atividade na maior economia do mundo.

A campanha presidencial para as eleições de novembro foi outra vítima significativa da quarentena, já que vários comícios foram cancelados.

Especialistas em saúde apontaram que as medidas de isolamento e paralisação são a única maneira de impedir que a doença facilmente transmissível e com risco de vida se multiplique incontrolavelmente.

Trump pediu um período de observação de 15 dias que termina no início da próxima semana. Mas o presidente garantiu na terça-feira que as medidas foram exageradas. “Perdemos milhares e milhares de pessoas por ano devido à gripe. Não fechamos o país” por causa disso, declarou.

(Visited 10 times, 10 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.