STJ autoriza MPF investigar governador Robinson por organização criminosa

O Ministério Público Federal (MPF) vai abrir nova linha de investigação contra o governador Robinson Faria (PSD), por supostos crimes de usura, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A investigação foi autorizada nesta segunda-feira (13) pelo ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A investigação deriva da Operação Anteros, em que o governador foi alvo de mandados de busca e apreensão e teve pessoas próximas e ex-assessores presos durante a ação da Polícia Federal.

Robinson é apontado como um dos principais envolvidos no esquema de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa, período que ele era o presidente da Casa. Os detalhes constam na delação premiada de Rita das Mercês Reinaldo, ex-procuradora-geral da ALRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *