Cadê a Guarda Municipal que deveria está aqui?

Cadê a Guarda Municipal que deveria está aqui?

“Falta de segurança em frente às escolas revolta pais de alunos e abre mais um leque de indagações sobre a atuação da Guarda Municipal  em Guamaré”.

“Durante o período de 16 à 20 de julho, a GM não compareceu em nenhum dos três horários nas escolas mencionadas, fato registrados por pais de alunos e pelo o portal”.

A imprudência de trânsito e a ausência da Guarda Municipal em frente às escolas nos horários de entrada e saída dos alunos no centro da cidade em Guamaré, vêm sendo motivos de constantes reclamações por parte dos pais de alunos nas redes sociais e grupos de Whats App, com uma pergunta que já virou rotina na cidade…  Cadê a Guarda Municipal que deveria está aqui?

Criada através da Lei 457/2010, a Guarda Civil Municipal de Guamaré deveria está desenvolvendo o trabalho de repressão à violência e proteção aos bens públicos municipais, em especial, o maior patrimônio público… O povo! A LEI é clara quando menciona que a GM tem a missão de zelar pelo patrimônio público, servir ao cidadão, com ética e respeito, além de manter a ordem nos órgãos públicos e demais áreas do município.

Os serviços prestados pelos guardas deveriam está diretamente ligados à população, como ronda, vigilância, patrulhamento, proteção e defesa dos cidadãos. Além disso, protegem ainda suas habitações, os comércios, tudo aquilo que envolve a sociedade civil de um modo geral, além das edificações públicas e outros patrimônios, deveria… Mas na prática não é o que a população tem constatado e registrado por meio de celular, o cumprimento da LEI 457/2010 tá longe de ser cumprida.

Guarda Municipal ganha bem

A média salarial de um Guarda Municipal em Guamaré chega a R$: 4 mil (quatro mil reais), entre plantões, DOs, horas extras, gratificações, mesmo já dentro da escala de trabalho conforme revela o portal da transparência, além de mostrar um salário de R$: 6.713,87 (seis mil, setecentos e treze reais e oitenta e sete centavos), pago ao “comandante” NEUTON DOS ANJOS COSTA, um salario bem maior mesmo do que o próprio secretário de governo e de um vereador, sem mencionar o que ele ainda recebe da Prefeitura Municipal de Macau, mesmo assim os serviços que ele coordena ainda deixa muito a desejar.

Como justificar a ausência dos GMs no lugar que deveria de fato estar trabalhando? O que temos constatado é a presença da Guarda Municipal em lugares que jamais deveriam está, mas os agentes não têm culpa, eles recebem ordens, sem comando a guarda parece ser conduzida na área operacional no piloto automático.

Em uma apuração realizada pelo o portal, de quatro escolas do município como a Escola Municipal Benvinda Nunes Teixeira, Escola Municipal Professora Francisca Freire de Miranda, Escola Municipal Professor Antônio Teodorico e Escola Municipal Professora Maria Madalena da Silva, os desrespeitos ao Código de Transito Brasileiro e a falta da presença da Guarda Municipal é plausível, exatamente nas instituições de ensino onde tem maior número de alunos, em sua maioria, crianças e adolescentes.

Maior movimentação de alunos

Nestas escolas se concentram maior movimentação de alunos e veículos transitando, motoristas repete diariamente os mesmos erros, mesmo conhecendo as regras. Os alunos embarcam e desembarcam sem nenhuma segurança na faixa de pedestre, um fato que virou rotina sendo bastante criticado nas redes sociais. Não quero acreditar que a GM esteja esperando acontecer um acidente com algum aluno para intensificar a presença da Guarda Municipal nas escolas.

É o caso da dona de casa Maria Josefa de Aquino. “Não tem nenhum guarda ou funcionário da escola para atravessar as crianças na faixa e há dias que a própria mãe de um aluno tinha que ficar controlando a bagunça de carros lá na frente. Eu levo e busco minha filha de 13 anos todos os dias para a Escola Benvinda, porque mesmo junto aos pais, os motoristas não respeitam, imagine uma criança sozinha. Esta semana não vi um guarda aqui, nem um sequer, absurdo” Comentou.

Segurança: O lado da Ronda Escolar

A Ronda Escolar que deveria ser feita pela a Guarda Municipal não funciona por falta de comandante faz tempo, não há um planejamento diário no período matutino, vespertino, e noturno, revezando a patrulha nas escolas, pontos bases, seguindo um roteiro de patrulhamento diário, realizando também a “Operação Escola Segura”, na qual todas as viaturas se unem nos horários de entrada e saída das escolas meia hora antes para garantir a segurança dos alunos e prevenir possíveis crimes, infrações e brigas realizando orientações.

É fato público que a Guarda Municipal não é a mais a mesma há muito tempo, e não é culpa dos GMs, a maioria em sua parte se dedica para fazer a coisa cerca e correta, mas suas opiniões são inválidas, como faz falta a experiência, a técnica, o conhecimento, e a vontade de fazer acontecer dos GMs Andrade, Santos, Danilo, homens capacitados e elogiados nos bastidores da Guarda Municipal pela tropa, eles tem o DNA da segurança publica, estudaram para isto, e sabem de fato coordenar uma corporação, não trabalham com mogangas e são exemplos e autênticos em tudo que faz.

Chegou a hora de trocar as fotos pousadas e repetidas por ações efetivas que agrade a população, chegou à hora de troca os peixes por respeito, exemplo, e fidelidade ao governo e ao povo que precisa diariamente dos serviços da GM. Chegou a hora de parar de se desgastar em palavras e autoconhecimento, pela capacidade técnica e aceitação popular… Chegou a hora de mudar, antes que a situação fique insustentável, por parte de um secretário e de um comandante que não conseguem fazer de jeito nenhum a coisa certa.

(Visited 4.197 times, 1 visits today)
GMR Telecom