A Polícia Militar garantiu a segurança durante o período de Carnaval em Guamaré

A Polícia Militar garantiu a segurança durante o período de Carnaval em Guamaré

De acordo com o Sargento Jhonny Cruff, responsável pelo o destacamento policial da cidade, o carnaval de Guamaré foi tranquilo e sem nenhum homicídio, a população está se conscientizando que carnaval é para brincar e se divertir. Conseguimos com todo efetivo cumprir a nossa meta que era de zero homicídio, e pela primeira vez não houve ocorrências de roubo, furto ou lesão corporal, comentou o PM.

E o balanço da Polícia Militar se reflete no folião

Um grupo de amigos que vieram de Natal relatou que brincou os quatro dias de carnaval em Guamaré e acredita que foi um dos carnavais mais tranquilos que já curtiu. “Todo mundo na rua, junto e misturado, e não vi aquele negócio de facada ou bala perdida. Quando ameaçava começar uma briga, a polícia já chegava pra acabar. E olhe que estávamos o tempo todo no meio do povão”, afirmou Rogério Sampaio.

Tenente Braga foi incansável com sua equipe

O Tenente Braga, responsável pelo policiamento que veio da capital para trabalhar durante o período de carnaval, disse que o momento é de agradecer a DEUS, aos foliões, aos blocos e ao povão por contribuir com a polícia militar, garantindo assim mais segurança para aqueles que brincaram o carnaval feito pelo o povo hospitaleiro e educado de Guamaré.

Por fim…

O Sargento Jhonny Cruff agradece aos policiais da capital e do destacamento que contribuíram com o policiamento, além do apoio logístico da prefeitura.  “Um trabalho feito a várias mãos fica mais leve, muito mais leve. Todo o resultado alcançado é fruto do trabalho de todos nós. Todos nós fomos indispensáveis para chegar a este resultado positivo, pois não há trabalho mais ou menos importante e, todos, em suas individualidades, prestaram relevantes serviços durante o período momesco. Necessário não se esquecer de empenhar gratidão ao cidadão e à cidadã que compartilharam conosco o respeito às leis e à boa convivência, pois foi em benefício deles que todo o trabalho foi realizado, crendo que “Um homem só por querer, faz mais que dez por dever”. Disse Jhonny

(Visited 205 times, 1 visits today)