A pólvora da caneta que se rendeu a coerência da oposição

A sessão ordinária da Câmara Municipal realizada na tarde desta terça-feira (14), contou com um bom público em sua galeria, mas fatos ocorridos durante as discussões entre os vereadores da oposição e situação não passaram por despercebidos. Foram detalhes que chamaram a atenção não somente da imprensa local, mas do público presente, que de alguma forma se manifestaram com aplausos.

Quem prestigiou constatou uma sessão ordinária digna de assistir e de aplaudir pela postura dos vereadores e do presidente, Emilson de Borba (LULA), na condição dos trabalhos (Aqui pra gente… Uma das melhores sessões do ano, porque os vereadores falaram e discutiram assuntos de interesses do povo).

Entre tantos abordados e debatidos na tribuna, nos projetos, e no tempo regimental, dois merecem destaques… “A caneta da CPI cheia de bala de tinta para atirar para todos os lados, e a coerência da oposição referente ao um requerimento de urgência quebrando as formalidades”.

Pois bem…

A proposta do tiro da caneta

Tudo começou diante de uma postagem feita nas redes sociais durante a semana por um suplente de vereador, Luiz Carlos de Souza, sobre os poderes, assunto muito discutido e debatido durante a sessão. Afinal, o texto publicado por ele mais parece uma rajada de uma metralhadora americana HK MG4… Então, queira ou não, chamou muita atenção e incomodou em parte, porque não foi direcionada a uma única pessoa, mas a todos sem exceção.

Em contrapartida, o vereador Gustavo Santiago (oposição), depois de ler o conteúdo propôs abertura de uma CPI, e afirmou que estava ali como representante do povo para assinar qualquer uma que fosse necessário, se referindo, ou direcionada ao executivo.

O que Gustavo não esperava foi que em parte de sua fala, o vereador Eudes Miranda, propôs assinar qualquer CPI, desde que fosse também feita no poder legislativo. Foi exatamente neste pequeno momento que houve uma pausa… Movida de logo pela mudança de assunto, em miúdos…  Um tiro de uma caneta que a pólvora pode sair pela culatra.

Para entendemos melhor…

Culatra: Parte da pistola ou espingarda (muito antiga), onde era colocado o cartucho com a bala ou projetil.  Culatra é a parte detrás da arma – portando o lado oposto ao cano, uma vez que o cano é a parte da frente da arma.

O Cano da arma é por onde sai o tiro. Então entendemos que se a pólvora saiu pela culatra, saiu pelo lado errado e pode acertar quem puxou o gatilho, ao invés de acertar a bala no alvo em que se  mirou.

Entende-se desta forma, que o tiro da caneta proposto na sessão ordinária de ontem a pólvora pode sair pela culatra. Quando prevemos um acontecimento, e, ele se dá exatamente ao contrário. Em resumo… É a mesma coisa de casar com mulher rica para se dar bem na vida, e depois você descobre que na realidade a mulher é mais pobre que você.

A coerência da oposição me chamou atenção

No tempo regimental o Edil apresentou um requerimento em regime de urgência quebrando as formalidades, proposto pelo o próprio vereador Gustavo Santiago, nos faz recordar de uma das falas do ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica – “toda vez que perdemos a capacidade de discordar a democracia se fragiliza”.

Na concepção dele, não saber lidar com quem pensa de maneira diferente é ignorar a principal característica do regime democrático. No final o vereador cumpriu seu papel de representante do povo e de oposição ao governo, bem diferente do inicio, ele mostrou através de fotos, que havia um problema grave de telhas soltas na quadra da Escola Municipal Professora Maria Madalena, localizada no distrito de Baixa do Meio.

Um fato que poderia causar acidentes com alunos, e propôs como vereador uma ação em caráter emergencial por parte do executivo. Antes de acontecer uma tragédia com a soltura de mais telhas naquele local.

Sem entrar no mérito da observação do vereador da oposição Gustavo Santiago, o gesto chamou atenção desse formador de opinião, sobretudo após observar entre os pares, no cenário politico, e no meio do povo, claramente que muitas pessoas infelizmente ainda desconhecem o significado de “ser oposição”.

Nem tudo está certo ou errado o tempo todo, logo a política não é feita só de elogios, quando se há espaço e há necessidade para as críticas, em sua maioria construtiva. Para quem se apega a uma concepção errada da política, a atitude do parlamentar logo é interpretada como uma tentativa de se aproximar do governo, ou coisa do tipo como omissão, corpo mole. Quanta pequenez de quem pensa assim!

Não há desmerecimento em ser oposição, muito pelo contrário. Quem desconhece o verdadeiro papel da oposição, termina por diminuir a essência da democracia. Fazer oposição não é ser inimigo do governo ou ser contra A ou B, é apenas ter o direito de exercer um olhar diferenciado sobre as coisas. E as pessoas precisam respeitar isso.

Com sua atitude, o vereador Gustavo Santiago colabora com uma oposição assertiva, propositiva e que também sabe reconhecer os méritos. Uma oposição intolerante promove a politicagem e quem perde é a sociedade como um todo.

O blog defende e reconhece que o papel do vereador como oposição é importante, pois só assim a dialética no parlamento estará assegurada, e a democracia sairá fortalecida… A posposta do vereador Gustavo foi de logo seguida pela vereadora Eliane Guedes, e demais vereadores.

Enfim…

No mais completo e simplificado das definições, a função principal do vereador é auxiliar a administração municipal no sentido de indicar os problemas nas esferas educacional, esportiva, cultural, de infraestrutura e de bem estar geral da população.

O exemplo deixado pelo o vereador da oposição na solicitação do conserto do telhado do ginásio, é o caminho de alcançar os objetivos em prol da popualação, atendendo assim as reivindicações daqueles que mais precisam da atuação dos vereadores… O povo!

Nota do Blog: Iremos voltar a falar de detalhes desta sessão ordinária no olhar da imprensa local.

(Visited 1.315 times, 113 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.