Adriano deve quebrar o silêncio e se pronunciar oficialmente nas próximas horas

Adriano deve quebrar o silêncio e se pronunciar oficialmente nas próximas horas

Como imprensa local, cidadão e formador de opinião, tento puxar pela memória, aperto meus olhos, vou recuando no tempo e no atual cenário político, mas nem que eu ficasse horas nesse exercício de franzir a testa, e contrair as pálpebras conseguiria alcançar meu objetivo, com um furo de reportagem sobre a decisão que será tomada pelo o ex-prefeito Adriano Diógenes.

São ações comuns de um formador de opinião quando se tenta descobrir algo de um homem que deixou um legado quando foi prefeito de Guamaré por 24 meses, e que tem o reconhecimento do povo por ter contribuído por Guamaré.

Confesso que eu não conseguiria um resultado satisfatório, para entender esse silêncio sobre sua posição na eleição suplementar, que será realizada no próximo dia 7 de novembro.

A população aguarda com muita ansiedade o pronunciamento oficial do ex-prefeito, sobre sua participação como candidato ou não nesta eleição pelo o partido do PSDB.

Há quem afirme que alguns vereadores, liderança politicas, simpatizam pela candidatura do doutor a prefeito de Guamaré. O que resta nas próximas 24 horas é saber a posição de Adriano.

Até o presente momento apenas Artur Teixeira (PSB), filho do ex-prefeito Auricélio Teixeira foi anunciado como o candidato de Hélio e do governo a prefeito de Guamaré. O vice que irá compor a chapa ficou para ser definido ainda hoje.

Na oposição foi apresentado o nome do vereador Gustavo Santiago (SD), ele conta com o apoio do ex-prefeito Mozaniel Rodrigues, e da nação laranja. Ainda não foi anunciado o vice da chapa.

É fato que a ansiedade toma conta da população diante das incertezas, e a falta de definição por parte dos grupos políticos que tem até o próximo dia 26 para realizar as convenções.