Chega uma hora que o eleitor se cansa!

Quantas vezes você eleitor chegou a vestir a camisa e defendeu seu candidato na campanha e pós-campanha como nunca você defendeu ninguém? Um politico que você o tratou mais do que um simples candidato, o tratou como um amigo, como um irmão, e acreditou na palavra e em suas promessas de campanha, para logo após ser golpeado, e tratado hoje como uma pessoa invisível.

Talvez você eleitor seja mais um daqueles que foi pra rua, gritou nos comícios, levantou a bandeira, vestiu a camisa e levantou a bandeira do seu candidato, caminhou ao lado dele, mesmo sabendo que corria o eminente risco de ser abandonado pós-campanha, como você foi nesta última por aquele que você depositou sua confiança.

No entanto, investir e acreditar num vereador (a), numa amizade, ser sincero e fiel desde o primeiro momento até o último para ser logo ignorado, desprezado, abandonado depois de eleito, inevitavelmente abre um rombo no peito de quem um dia acreditou numa relação verdadeira entre eleitor e vereador (a).

Chega uma hora em que o eleitor cansa, perde a graça, e o que resta é o sentimento do arrependimento por ter votado num candidato que hoje ignora aqueles que o ajudaram a chegar a Câmara Municipal. Ele não consegue sequer ser um legitimo representante do povo, tem olhos somente para seu umbigo, uso o cargo, o poder e dinheiro para alcançar seus objetivos,  e acaba virando as costas para aqueles que precisam de sua atenção… O povo!

O eleitor precisa de vereadores que esteja sempre pronto a ouvi-lo e defendê-lo, a entender e respeitar suas particularidades e limitações, representando-lhe na Câmara Municipal com presteza. O que podemos concluir é que palavras e gestos tão simples de gratidão por parte daqueles que o povo elegeu estão entrando em extinção. Tudo leva a crê que o jogo na câmara é de cartas marcadas.

Em 2020 haverá eleições municipais novamente!

(Visited 126 times, 4 visits today)

1 Comentário to “Chega uma hora que o eleitor se cansa!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.