sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Comerciantes reclamam da falta de segurança pública por falta de viaturas da polícia militar em Guamaré.

Comerciantes reclamam da falta de segurança pública por falta de viaturas da polícia militar em Guamaré.

IMG_3387

Comerciantes da sede do município e da comunidade de Baixa do Meio estão reclamando e sofrendo com a falta de segurança pública por falta de viaturas para a polícia militar realizar o patrulhamento ostensivo e preventivo.

O que se ver são proprietários preocupados com essa situação lamentável, principalmente porque muitos deles questionam um município tão rico em arrecadação deixar sua população a mexer da bandidagem por falta de veículos, mesmo sabendo que o estado está omisso com a segurança pública.

A revolta dos comerciantes aconteceu hoje (01) por volta das 16 horas, quando a polícia foi acionada para atender uma ocorrência na comunidade de Baixa do Meio. No percurso, a única viatura não conseguiu chegar ao local da ocorrência.

Com os pneus em condições precárias, dois estourou de uma vez só, e para a tristeza de quem precisava tanto da polícia, a viatura foi rebocada até o destacamento da cidade por outro veículo que passava pelo o local.

Os agentes foram socorridos pelo o carro particular do Subcomandante da Guarda Municipal Jabneã Batista, que a pesar de terem cortado as assas do pássaro, foi ele quem socorreu os policiais para atender a ocorrência na comunidade.

O subtenente Luiz Carlos de Souza, responsável pelo o destacamento da cidade tem se virado nos trinta na tentativa de resolver este déficit. Com esforço conseguiu dois veículos usados e precisando de reparos, uma S-10 e um Sandero.

Foi então que a secretaria de transporte junto à prefeitura revolveu ajudar e não esperar pelo o estado. Comprometeu-se de realizar os reparos necessários e entregar a tempo em bom estado ao destacamento.

Só que desde o dia que estes veículos chegaram os policiais ainda não tiveram o prazer de usar as viaturas. Foram perdidas as contas de quantas vezes os veículos já foram para a oficina e voltaram pior do que foi.

Não sabemos informar se as peças que estão colocando nestes veículos são do paraguaio ou o mecânico que estão fazendo os serviços da prefeitura é um aprendiz.

Um estado omisso com a segurança pública!

Este é o retrato do sucateamento das viaturas da Policia Militar do Rio Grande do Norte.  Os Policiais de Guamaré tem enfrentado sérios problemas por estarem trabalhando com viaturas velhas que vivem apresentando problemas mecânicos e até mesmo quebrando em plena ocorrência Policial.

A falta de estrutura para o trabalho da Polícia Militar do Rio Grande do Norte não é novidade. O tempo passa e situação só piora. Os policiais, que arriscam a vida diariamente andam em viaturas sucateadas.

Falta de step, latarias amassadas, vazamento de óleo, pneus furados com remendo e rádios que não funcionam, além do mais o combustível liberado está sempre insuficiente e os carros estão tão cheios de problemas, devido à falta de manutenção, que nem chegam à velocidade de 50km/h. Prender um bandido em fuga num automóvel desses em Guamaré é quase uma missão impossível.

O que a atual gestão tem feito pela segurança pública do município?.

O combate entre policias e bandidos era intenso, mas com o pouco efetivo existente e a falta de infraestrutura, os bandidos sempre levaram vantagem. Assim foi com o ultimo assalto ao Banco do Brasil da cidade em setembro de 2013.

O atual prefeito Hélio teve que tomar algumas medidas junto com comandante da 1ª CIPM, e algumas providências foram tomadas pela prefeitura para que a segurança pública melhorasse no município.

O prefeito criou a Lei das DOs, que autoriza o município a pagar diárias operacionais a polícia militar e civil, com a medida tomada pelo o executivo, o destacamento policial passou a contar com mais policiais na cidade 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Diante da grande omissão do governo do estado com a segurança, além das DOs, a prefeitura de Guamaré ainda disponibiliza uma cota de combustível, alimentação, e nos próximos dias será inaugurava a base integrada na comunidade de Baixa do Meio.

Nota do Blog: A face de um Governo do Estado ruim se mostra também na segurança pública. Em Guamaré, a Polícia Militar não pode sair em diligência e atrás de bandidos com todo efetivo existente.

O motivo da inércia policial: falta de viatura. Isso mesmo, se a Policia quiser combater a bandidagem uma parte que o faço a pé.

Sem poder fazer nada, uma parte dos policiais se limitou a ficar dentro do destacamento por não ter condições de realizar as buscas por falta de viatura.

A segurança pública é dever do Estado e responsabilidade e direito de todos. Mas o que é prioridade para o governo? Esperar pelo um estado falido? Investir em proteção ao patrimônio público? Ou investir na prevenção da vida humana?

Por isso, os comerciantes esperam da prefeitura assumir este responsabilidade como fez a prefeitura de Extremoz antes que a situação fique insustentável.

A iniciativa tem possibilitado uma presença mais constante da policia nas ruas. Desde que a Prefeitura de Extremoz disponibilizou os carros, a policia militar conseguiu diminuir o tempo de resposta, aumentando a velocidade e com isso prestando um melhor serviço aos moradores daquela cidade.