sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
É sentida a falta em campo da habilidade do meia Fabinho na seleção de veteranos.

É sentida a falta em campo da habilidade do meia Fabinho na seleção de veteranos.

IMG_0219

A seleção de veteranos de Guamaré, nunca mais foi a mesma depois da saída do time do meia Fabinho, após ter se contundido numa disputa de bola contra a seleção de Mangabeira.  O jogador tem em seu DNA a coragem e a raça que falta em muitos, razão do atleta correr como um menino durante os 90 minutos em campo.

No treino do ultimo final de semana no estádio Ubajarão, a equipe parecia perdida, sem entrosamento, os inúmeros lançamentos na área desperdiçados fizeram do zagueiro Animal e Mureta afirmarem no intervalo da primeira etapa “Essa seleção nunca foi à mesma depois da saída de Fabinho do time”.

Ninguém é insubstituível, mas o craque em campo colocava a bola no pé do centroavante, ou melhor, na cara do gol, fez isto por muitas vezes em partida decisivas quando defendeu no peito e na raça seu município.

Hoje os próprios jogadores que vestem a mesma camisa sentem a falta de suas habilidades, do seu talento, do seu toque mágico e de seu grito de incentivo antes de cada partida.

O técnico Dedé de Zé Gabi ainda não encontrou um talento a altura para substitui-lo para a próxima partida, razão de sua falta ser tão sentida entre os jogadores. A seleção de veteranos joga no próximo domingo, o técnico Dedé não quis comentar quem colocará em seu lugar.