sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Eleição da Presidência da Câmara: Disputa segue acirrada nos bastidores e sem definição

Eleição da Presidência da Câmara: Disputa segue acirrada nos bastidores e sem definição

Faltando menos de vinte dias para a posse dos 11 vereadores eleitos em novembro. A disputa pela presidência da Câmara Municipal de Guamaré vem mobilizando os esforços de três lideranças politicas do município nos últimos dias, Hélio, Mozaniel e Adriano.

O blog com o ouvido no chão conseguiu apurar de alguns vereadores eleitos sua possível decisão para votar na nova mesa diretora do biênio 2021/2022.

O momento ainda é de muito tenso, é um mistério com reuniões na calada da noite que só termina quando o galo canta, é muita indefinição sem uma decisão.

Como é fato público, o prefeito eleito se encontra ainda sub judice, e caso até o dia 31 de dezembro de 2020, não for resolvida sua situação jurídica no TSE.

Quem deve assumir interinamente a prefeitura no dia 1º de janeiro de 2021, será o presidente da câmara eleito, e ficará no cargo até decisão final da justiça.

A corte do TSE  deve dar o direito ao prefeito eleito Hélio ou negar, marcando novas eleições no município de Guamaré para o executivo.

O placar até o presente momento está assim:

Hélio Willamy

5 votos para Hélio Willamy (MDB), prefeito eleito pelo o povo no ultimo dia 15 de novembro de 2020. Ele aguarda decisão do TSE para assumir a prefeitura.

Os vereadores que apoiam Hélio são: Eudes Miranda, Edinor Albuquerque, Diego Miranda, Eliane Guedes, e Carlos Câmara.

Falta 1 voto para fazer a presidência. Destes nomes, sairá em comum acordo a chapa para presidente e vice.

Mozaniel Rodrigues

3 votos para Mozaniel Rodrigues (SD), oposição ao governo. Este ficou em segundo lugar nas eleições de novembro.

O grupo politico precisa de mais 3 votos para eleger a mesa diretora, que podem vim do lado de Hélio ou do lado de Adriano.

Há quem afirme que a oposição tem uma carta na manga para eleger a presidência.

Vai depender muito da articulação e estratégia. Os vereadores que apoiam Mozaniel são: Gustavo Santiago, Daniel do Sub, e Thiago de Berg.

Adriano Diógenes

3 votos para Adriano Diógenes (MDB), atual prefeito de Guamaré. Adriano tem nas mãos uma importante decisão. Em miúdos… O provável voto de minerva.

Digo assim, porque dois dos três votos já confessaram ao blog que sua decisão dependeria do prefeito Adriano.

E para fazer a presidência, o grupo precisa de mais três votos, os vereadores que apoiam Adriano são:  Manú de Nascimento. Dedezinho e Leandro Felix.

Um cenário que já indica como provavelmente será a eleição suplementar para prefeito, caso venha a acontecer em Março de 2021. Certamente ficará registrada na história com a mudança da nuvem.

Placar Indefinido

Portanto, o placar continua indefinido para eleição da presidência, porque esse cenário pode mudar a qualquer momento, tendo em vista que cada um dos pretensos ao cobiçado cargo tem seus interesses individuais e coletivos.

Entre os principais cotados a assumir a condução da Casa de Leis estão nomes com e sem experiência anterior.

Os componentes da Mesa Diretora da Câmara durante o biênio 2021-2022 serão escolhidos pelos vereadores por meio de uma votação secreta, e por maioria simples, que acontece na primeira sessão com quórum da nova Legislatura, geralmente após o rito de posse, e é presidida pelo parlamentar mais velho.

Outros cargos

Além do presidente da Casa e vice, serão eleitos o primeiro e o segundo secretário, conforme regimento interno da Casa. Os cargos são considerados estratégicos para o jogo de poder do Legislativo.

Caso haja consenso entre os membros, as candidaturas a cada cargo podem ser única, o que torna a votação uma mera formalidade.

Qualquer vereador pode se inscrever para concorrer a um cargo na Mesa Diretora, seja individualmente ou integrando uma chapa.

Nota do Blog

Que rufem os tambores e que soem os clarins! A presidência da câmara de Guamaré passará pelas as mãos de Hélio, Mozaniel e Adriano.

Quem jogará melhor dos três? visando a prefeitura no dia 1º de janeiro de 2021, e a possível eleição suplementar em Março do mesmo ano?

Eu vou ficar aqui com o ouvido no chão, e em breve trago mais novidades aqui no portal, do vereador reeleito que cuspiu fogo numa reunião.

Ele disse que não abria mão da presidência da câmara nem para um trem carregado de dinamite com um bêbado fumando em cima. Será?

GMR Telecom