sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Eudes Miranda: A caneta de prefeito é mais pesada do que de presidente da câmara

Eudes Miranda: A caneta de prefeito é mais pesada do que de presidente da câmara

Cabe ao prefeito Interino de Guamaré, Eudes Miranda (MDB), a responsabilidade de exonerar ou manter o mesmo time em campo, em seu primeiro dia de trabalho na próxima segunda-feira, dia 04, quando estará a sua disposição uma caneta cheia de tinta e mais pesada do que de presidente da câmara.

Tanto Eudes Miranda como o ex-prefeito Adriano Diógenes deixaram essa responsabilidade para o novo gestor, pois os mesmos não expediram nenhuma portaria de exoneração antes de deixar o cargo.

Há quem afirme que se houver alguma mudança no escalão da prefeitura será pouca, pouquíssimas, visando uma possível eleição suplementar, e um erro no tempo que ele passar a frente da prefeitura pode ser crucial.

Portanto…

Há faro e cheiro de continuarem muitos de fora com as mesmas regalias no meio dos de casa. Estes não somaram em nada no resultado da ultima eleição. E corre o risco também de os de casa ficar de fora.

Poucos políticos em Guamaré conseguem fazer calculo exato na tabuada de somar e multiplicar, a exemplo disso foi o resultado das urnas. Até hoje ainda tem politico com a calculadora na mão, sem entender a porcentagem da migração de votos para vereador e não para o prefeito do grupo político.

Não é pecado e não ofende lembrar que a coligação “Esperança Renovada” obteve 8.342 votos (66,96%), ou seja, quase 2 MIL ELEITORES votaram nos vereadores da coligação do MDB, mas não votaram no prefeito Hélio de Mundinho.

Hélio obteve nas urnas apenas 6.347 votos, quando poderia ter obtido 8.342 votos. Os votos não casados sambaram na cara do candidato do MDB, que quase perdeu as eleições. O prefeito eleito se encontra sub judice aguardando decisão do TSE.

Eudes Miranda assume a prefeitura no período difícil, muito difícil, quando a razão, o coração e a politica caminham juntos diante de muitos interesses em jogo, em especial, de alguns vereadores. Cabe ao prefeito governar visando um futuro melhor para todos.

O novo prefeito tem nas mãos uma caneta mais pesada, e a oportunidade de ser lembrado pelo povo como um bom gestor, mesmo que seja por poucos meses, e acredito fielmente que será possível.

GMR Telecom