Falta de vagas nos cemitérios preocupa a população em Guamaré

“Não ter onde cair morto”. O ditado popular pode resumir bem a situação de um problema que se arrasta por muito tempo em Guamaré: a falta de espaço para enterros nos cemitérios da sede e no maior distrito do município, localizado na comunidade de Baixa do Meio.

A equipe de reportagem do Blog recebeu reclamações de moradores e esteve nos dois locais, constatamos uma situação de abandono e falta de espaço, um verdadeiro déficit funerário. Como se não bastasse à dor pela perda de um ente querido, a população vive uma verdadeira ‘via crucis’ para conseguir enterrar dignamente um parente no município.

Aí entra uma discussão que varia de acordo com o credo, ou a falta dele, de cada um. Mas isso não vem ao mérito. O problema é o que fazer com o corpo após o fim da vida, tendo em vista que não há mais vaga no cemitério público em nenhum dos dois locais.

O único cemitério não foi projetado para o futuro por gestores anteriores, e mesmo constando no orçamento dos últimos anos, aprovado pela câmara municipal nada foi feito, e por esta razão, o local não acompanha o crescimento desordenado do município e, aliado à falta de investimento, acumulam problemas que podem afetar qualquer um de nós em um dos momentos mais difíceis de lidar, que é o de se despedir de um ente querido.

Com tudo isso que está acontecendo quem mais sofre são as famílias que perdem seus entes queridos, e vem logo a preocupação… Onde enterrar, se o único cemitério está cheio? A solução encontrada por muitos está sendo improvisar covas dentro do necrópole.

Essa preocupação com a falta de espaço nos cemitérios do município, vendo sendo discutida nas sessões da câmara, mas já foi discutida nas administrações anteriores, e agora recai a responsabilidade ao atual gestor de encontrar em tempo emergencial uma solução.

Cemitério Público de Guamaré

Cemitério Público de Baixa do Meio

(Visited 71 times, 71 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.