Gerson, as pessoas de bem estão com você!

Gerson, as pessoas de bem estão com você!

Por Miguel Boente

Ontem como praticamente todas as pessoas sabem ocorreu mais um caso clássico de racismo no futebol brasileiro, que não remete apenas a realidade do esporte, mas sim da nossa sociedade como um todo “sempre alertando que essa praga se alastra pelo mundo, não é mera exclusividade nacional, tanto é que o autor do racismo foi um jogador da Colômbia.”

Para muitas pessoas pode soar como alarmismo, mas só quem sofre a atitude de discriminação de raça, credo, sexualidade ou de qualquer natureza sabe o quanto isso dói.

Algumas pessoas não se abalam e seguem em frente, outras porém chegam a entrar em depressão, e também ocorre que muitos aguentam ofensas seguidas sem tomar nenhuma providência até pela morosidade da justiça em se definir um caso como esse, porém o conselho que se dá é que o ofendido sempre procure seus direitos contra o ofensor, pois só assim esses casos irão diminuir e quem sabe um dia serem erradicados do mundo.

O preconceito é uma das piores pragas que existe no mundo, e só mostra o caráter do preconceituoso, pois esse sim deveria ser erradicado de viver em sociedade, já que não suporta dividir os espaços com esse ou aquele, que se mudem para “preconceitolândia na casa do caralho” tenho nojo de pessoas que discriminam “rolutam” outras por serem negras, terem uma religião ou ideologia política diferente, sexualidade diferente, ou até que se ache superior aos outros por simplesmente ter nascido em tal lugar enquanto fulano nasceu em outro que essa pessoa julga de baixo nível.

Até vivemos um episódio como esse em um passado recente quando sulistas foram preconceituosos com os nordestinos, mas a resposta foi “tem preconceito mas vem passar as férias e gastar dinheiro aqui” é assim que se deve fazer.

Infelizmente esse caso não foi o primeiro que presenciei no esporte e nem será o último, e digo que está tendo essa repercussão toda por se tratar de um jogador do Flamengo que tem forte apelo de mídia! Fico imaginando quantas coisas não devem acontecer no submundo do futebol em jogos de divisões inferiores sem tanta mídia! Isso para não falar do que acontece no anonimato no dia a a dia.

Só tenho uma palavra que expresse meu sentimento no momento…  Lamentável!

(Visited 66 times, 1 visits today)