sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
banner site png-1
Skay Arte Guamaré Beto 2
Macau fora da lista das 35 cidades que ficaram com saldo zerado no primeiro repasse do FPM em 2015.

Macau fora da lista das 35 cidades que ficaram com saldo zerado no primeiro repasse do FPM em 2015.

DSC07301

Trinta e cinco prefeituras do Rio Grande do Norte amanheceram esta sexta-feira, 9, com saldo zero na conta do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Ao receberem a primeira parcela do FPM de 2015, os municípios constataram que, além das retenções de recursos, pelo Governo Federal, destinados às áreas de Saúde e Educação, não ficou dinheiro suficiente para o recolhimento das contribuições previdenciárias. A Prefeitura de Macau, administrada há dois anos pelo prefeito Kerginaldo Pinto (PMDB) ficou fora da lista negra.

O primeiro repasse do FPM do ano apresentou uma queda de 35,1% na comparação com o primeiro decêndio de 2014. A queda foi considerada excessiva, surpreendendo e assustando prefeitos de todo o País. “É preocupante para os prefeitos a situação que vive a maioria dos municípios, com a constante queda de receitas, daí a importância de manter a as finanças equilibradas e buscar alternativas de receitas próprias”, disse o prefeito Kerginaldo Pinto, informando que a previsão da Confederação Nacional dos Municípios é de queda de receitas para esse primeiro trimestre de 2015.

Lista das prefeituras com saldo zero na conta de FPM:

Areia Branca, Alto do Rodrigues,  Baraúna, Caicó, Canguaretama, Carnaubais, Extremoz, Felipe Guerra, Florânia, Governador Dix-sept Rosado, Grossos, Ielmo Marinho, Itajá, Jandaíra, Janduís, João Câmara, Luís Gomes, Martins, Maxaranguape, Montanhas, Nísia Floresta, Parazinho, Parnamirim, Pau dos Ferros, Pedro Avelino, Pedro Velho, Pendências, Pureza, Rio do Fogo, Santa Maria, Santo Antônio, São José de Mipibu, Serra do Mel, Sítio Novo, Tangará, Tibau, Tibau do Sul e Umarizal.