MACAU: O TETEOZINHO PERDE MAIS UMA BATALHA PARA O VEREADOR KEKEL

MACAU: O TETEOZINHO PERDE MAIS UMA BATALHA PARA O VEREADOR KEKEL

Como é sabido, essa atual corporação instalada na prefeitura de Macau tem uma maneira peculiar de agir: PERSEGUINDO!

Pois bem…

É nítida a perseguição sofrida pelo vereador Kekel por parte do sistema da gestão do prefeito Tulio Lemos, no que concerne a política de Macau. Só porque o vereador Kekel desempenha uma função sua como vereador: fiscalizar o gestor. Que, por sinal, se mostra incapaz e incompetente.

Mas dessa vez extrapolou os limites

O vereador Kekel também é advogado. Por essa razão, uma senhora humilde o procurou para entrar com uma ação contra o Estado, a fim de exigir um medicamento para uma cirurgia sua, pois a mesma não tinha condições de pagar um advogado.

Kekel se dispôs, advogou, ganhou e consegui o medicamento para a enferma. Também, por demonstração de amizade a vereadora Diana, meses atrás o mesmo advogou contra o município de Ipanguaçu, que tentou uma jogada para a empresa da mãe da vereadora, que ganhou uma licitação lá, ser desclassificada. Kekel também ganhou a causa.

Porém, olha só o absurdo

O pai do prefeito, seu laranja nesse caso, óbvio, entrou com uma representação na OAB para cassar o registro da OAB de Kekel — Emmanuel Clélio de Oliveira Carlos, OAB 13.531 –, pois segundo eles Kekel não poderia advogar contra entes públicos  (prefeituras etc.), pois como vereador é, digamos assim, o estatuto da OAB vedaria.  No entanto Kekel recebeu hoje intimação do arquivamento do processo e derrota pela oitava vez na justiça o grupo do prefeito de Macau.

Agora me diga…

O que uma cidade espera de um prefeito que, por pura politicagem, usa o pai para processar um vereador que arrisca sua profissão contra o estado para conseguir um medicamento a uma pessoa carente e enferma?

Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
WhatsApp