Macau: Oscar Paulino e Cláudio Gia, dois vereadores que não devem ser “medidos com a mesma régua”

Sem argumentos plausíveis para defender a famigerada gestão Túlio Lemos, o vereador Oscar Paulino, líder da bancada governista, assumiu o papel de “advogado do diabo”, com o claro intuito de denegrir os edis de oposição, para que os mesmos sejam vistos pela população como vilões, desviando o foco dos discursos em tono do governo.

Para quem acompanha regularmente os trabalhos da Câmara Municipal de Macau, sabe que os fatos ocorridos na última segunda-feira (veja aqui e aqui), foi apenas o desfecho das constantes provocações e humilhações dirigidas ao vereador Cláudio Gia, que nos últimos dias vem se intensificando.

Mesmo assim, é lamentável que o vereador Gia tenha se igualhado ao vereador Oscar, “dando brecha” para que, pelo menos aos “olhos do povo”, o edil governista passe de culpado a inocente, de opressor a oprimido e de carrasco a vítima.

Alias se vitimizar, é uma artimanha já usada por Oscar em outra ocasião. (veja aqui).

Para se ter uma ideia, na sessão anterior, Oscar chegou a dizer que os cabelos de Gia eram cheios de piolho.(veja aqui)

Na sessão de ontem não foi diferente, Oscar em tom de deboche, se dirigiu a Gia o chamando de “frouxo”, no momento em que Gia se encontrava na tribuna fazendo seu discurso.

Não satisfeito, Oscar que sempre se ensoberbece pelos vários diplomas que possui, como se diploma fosse atestado de bom caráter, baixou o nível da sessão, quando ao fazer uso da tribuna, foi enfático ao afirmar que Gia estava assediando uma mulher casada através de rede social, as 4:00hs da manhã, denegrido publicamente a honra da família do vereador.

A atitude do vereador Gia, não foi propriamente uma agressão, mas uma REAÇÃO natural, já esperada, de quem estava com os nervos a “flor da pele”.

A pergunta é:

Porque o vereador Oscar é tão focado em provocar e humilhar o vereador Gia?

Quem conhece Gia sabe que sua história de luta, antecede sua eleição para ocupar uma cadeira no legislativo municipal.

Sempre combatendo os malefícios do governo Túlio Lemos, onde das cinco CPIs atualmente tramitando na Câmara contra o prefeito Túlio Lemos, três é de sua autoria, o edil tem sido alvo de perseguição por parte da gestão, e constantemente insultado e humilhado por parte do vereador Oscar.

Este artigo não tem como objetivo justificar a atitude do vereador Gia.

No entanto, como assíduo frequentador das sessões da Câmara Municipal, não posso ver calado, parte do público e mídia, “medir com a mesma régua” os vereadores em questão.

Enquanto o vereador Gia tem se mostrado ávido defensor do povo salineiro, mesmo sofrendo perseguições, insulto e humilhação, o vereador Oscar, amplamente rejeitado pelo povo por participar da pior administração já vista e Macau, deixou a oposição com o discurso de que iria ajudar o prefeito a tirar o município do caos, segundo afirmativa dos vereadores Ítalo e Kekel (veja aqui) não rebatida pelo líder do governo, recebe subornos altíssimos para se calar diante do sofrimento e mazela impostos diariamente a população.

Pra encerrar, ao mesmo tempo que deixo meu repudio a qualquer tipo invasão a privacidade familiar de qualquer pessoa, seja ela político ou não, me solidarizo com a senhora Paulinha e a família do vereador Gia, que são merecedoras de respeito mútuo. Fonte: Blog Edésio Silva

(Visited 9 times, 9 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.