sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
banner site png-1
“Ninguém marca um gol sentado no banco de reservas”. Augusto Branco

“Ninguém marca um gol sentado no banco de reservas”. Augusto Branco

As substituições são os procedimentos táticos mais caprichosos e importantes num jogo de futebol. Por isso, merecerá destaque maior neste momento. Por causa dele, ganham-se e perdem-se jogos. Vários estudos no futebol apontam o mais número de gols no segundo tempo das partidas pelo o técnico ter feito uma substituição no momento certo e na hora certa, colocando um craque que estava no banco para ser o homem decisivo, afinal, ninguém marca um gol sentado no banco de reservas.

O componente físico é um importante elemento a ser analisado quando substitui um jogador em campo. A queda de rendimento físico das peças que compõem o sistema tático, é um fator preocupante e que deve ser atacado de forma imediata quando detectado não somente pelo o técnico, mas também por seus auxiliares. Um jogador não é substituído apenas por estar mal tecnicamente em campo. O treinador deve priorizar o conjunto na maioria das vezes em que pretende fazer uma substituição. Esta é a mexida que tem mais a ver com a inteligência do técnico na leitura tática do jogo, uma mexida às vezes pode dar vida ao time.

“Eudes Miranda saiu do banco de reservas para mudar o resultado do jogo, ajudando seu município em campo, a ganhar da seleção de Ceará Mirim com um gol de craque, uma decisão acertada pelo o técnico Dedé de Zé Gabi”.

GMR Telecom