O cancão vai começar a piar nas eleições de Guamaré em busca de um voto

O cancão vai começar a piar nas eleições de Guamaré em busca de um voto

Para que serve a vida?A expressão acima serve para ilustrar momentos em que as coisas vão arrochar e se complicar.

Iniciou-se a campanha eleitoral no último dia 27, em miúdos… Mas o cancão vai começar a piar, ao ponto da campanha se tornar numa grande arena de gladiadores.

Foto nas redes sociais e nos grupos de whats app não é basicamente o voto na urna.

Temos exemplos de divulgações de adesões que os resultados das urnas foram opostos, bem diferente do esperado.

Quem está no poder não quer sair e luta para ser reeleito ou eleger seu sucessor e aqueles que estão fora travam uma guerra em pé de igualdade para  entrar no “céu”.

A briga por uma cadeira das onze na câmara de vereadores promete muitas emoções, até a invasão em reduto eleitoral está acontecendo pela madrugada.

O compromisso que é feito pela noite, está sendo desfeito ao galo cantar.

Não sou vidente e nem pretendo ser, mas posso garantir como cidadão e imprensa local que a diferença do primeiro colocado para o segundo seria pouca, pouquíssima, se as eleições fossem hoje.

A campanha deste ano em Guamaré é estranha, silenciosa e tímida, um fato que deve deixar as raposas velhas com o pé atrás e a pulga atrás da orelha, com medo do efeito surpresa.

Não se admire, caso a diferença da votação entre vencedores e derrotados seja por um voto.

Na disputa do executivo, esse fato não é raro e já aconteceu em Santa Catarina, quando o candidato Deyvisonn da Silva eleito pelo MDB teve 2.751 votos, enquanto o do PSDB fez 2.750 votos.

Em Bom Sucesso de Itararé em SP, Luiz Humberto – 1.231 votos (43,82% dos votos válidos), e Léia – 1.230 (43,79% dos votos válidos).

Já em Caseiros (RS), a prefeita, Lane Cabudo foi reeleita pelo PSD com 1.869 votos; Júnior Alcântara teve 1.868 sufrágios.

Estes exemplo provam que um voto vale ouro em Guamaré, o eleitor precisa entender que em suas mãos está o destino da cidade pelos os próximos 4 anos.

O seu voto pode ser o de minerva para decidir a eleição.

Na campanha seja para o cargo de vereador ou prefeito, os candidatos pregam e dizem que tem a “fórmula da vitória” podem dar com os burros na água.

E não custa lembrar que muitos destes políticos que contam vitória e acabam se dando bem, quando chegam aos gabinetes em sua maioria, bate uma amnésia das malvadas.

E para esse comportamento, o eleitor que anda bem desconfiado e desinteressado com a política está mais do que atento.

Daí justifico minha tese: abram do olho, porque pelo visto as eleições de 2020 ficarão na história de Guamaré e por causa de um voto, o cancão vai mesmo piar.

(Visited 1 times, 1 visits today)