O deputado Hermano Morais tem uma dívida pesada com o eleitor de Guamaré

O deputado Hermano Morais tem uma dívida pesada com o eleitor de Guamaré

Tapinhas nas costas, sorrisos, apertos de mão e beijos nas crianças não convence mais a população em Guamaré em tempo de eleições. O povo está a cada dia mais politizado com a falta de ações dos deputados, que levaram os votos da cidade no ultimo pleito eleitoral.

Em especial, o deputado Hermano Morais, que levou nada mais, nada menos, do que 5.333 votos e o retorno tem ficado em textos em suas redes sociais e discursos no parlamento, porque em ações, o deputado ainda tem uma dívida a saldar.

O caos da RN João Pedro Filho, 23 km de extensão é um dos exemplos de tantos, um retrato desta realidade e da ausência de ação de um deputado que a maioria da população acreditou que seria seu representante. “Eles vêem pedir o voto, depois que ganham a eleição não voltam para prestar contas de seu mandato”, disse Seu João Epifânio.

Enquanto Hermano se ausenta com ações que Guamaré tanto anseia, há outros políticos que obtiveram poucos votos no município, mas que estão dando sua contribuição. São homens que estão fazendo sua presença ser notada e reconhecida.

O exemplo vem do deputado estadual José Dias, que destinou R$: 150 (cento e cinquenta mil reais), para a igreja católica, o senador Stevenson, destinou R$: 250 (duzentos e cinquenta mil reais), para ser usado na saúde, o deputado federal Rafael Motta, destinou R$ 250 (duzentos e cinquenta mil reais), para ser usado na saúde, o deputado federal Walter Alves, destinou R$ 200 (duzentos mil) para saúde e R$ 300 (trezentos mil) para pavimentação.

E o deputado estadual Hermano Morais?

Nem mesmo nessa pandemia se ouve falar de alguma ajuda para combater o vírus na cidade que o elegeu.

Guamaré não tem uma viatura da PM nova, enquanto Jandaíra com pouco menos de 3 mil habitante ganhou uma zero quilômetro. O hospital de Guamaré referência na 3ª Região de Saúde no combate ao Covid não recebeu um frasco de 500 ml de álcool em gel da Assembleia Legislativa, que tem feito doações em hospitais onde os deputados estaduais tem base.

Me perdoe a franqueza, meu amigo Hermano, aqui não é nada contra o cidadão de bem, mas faço eco do que observo nas redes sociais e grupos de whats, onde população não perdoa e cobra uma ação dos políticos, que a cada quatro anos são apresentados nos palanques em busca do voto do povo de Guamaré.

Tem quem avalie até que o senhor esteja mais preocupado com Macau, onde recebeu menos de mil votos e tenha esquecido de Guamaré. Foi do deputado Hermano o requerimento que pediu recentemente ao governo do estado leitos de UTI para Macau.

Oremos!!!

(Visited 196 times, 1 visits today)