Slider
O jogo ainda não terminou, foi apenas o primeiro tempo, falta ainda à segunda etapa podendo ter até prorrogação.

O jogo ainda não terminou, foi apenas o primeiro tempo, falta ainda à segunda etapa podendo ter até prorrogação.

dsc_0545

Sobre minha resposta referente à situação jurídica dos candidatos a prefeito em Guamaré, resolvi deixar que o Tribunal de Justiça fale por mim, pois sou pequeno diante da grandeza e da força politica dos candidatos. Sou um simples cidadão para duelar com os gigantes.

Mais minha opinião continuará mantida, tendo em vista que o candidato Mozaniel de Melo, foi deferido na primeira instância com recurso, assim como o candidato Hélio Miranda e Helder de Oliveira, ambos foram indeferidos na primeira instância, com recursos. Ou seja, o jogo ainda não terminou, foi apenas o primeiro tempo, falta ainda a segunda etapa e dependendo do jogo a prorrogação.

Portanto, como o TRE/RN poderá ainda se manifestar sobre a situação dos três candidatos, deixo que o próprio tribunal fale por mim e por muitos que pensam como eu penso. E qualquer que seja a decisão que for publicada nos próximos dias esta será aceita, cabendo qualquer coligação recorrer à terceira instância, digo ao TSE.

Uso como empréstimo, as sábias palavras de Camila Souza, gente da gente, gente do povo da comunidade de Baixa do Meio, que entende como eu, o processo em questão, a saber:

Por Camila Souza

É o povo de novo Hélio 15.

Só para deixar as coisas claras com base em ir buscar informação e não falar da experiência que vivemos quando votamos em Mozaniel.

Vamos aos fatos, concordo que meu candidato Hélio está INDEFERIDO com recurso, mas, é importante lembrar que ele se encontra nessa situação não é por ter ficha suja (ter cometido crime) mais sim, uma situação de entendimento jurídico que está na nossa constituição no art. 14, parágrafo 5 e 7.

Diferente do candidato Mozaniel que na eleição passada nos enganou afirmando que era candidato, mas, ele sim, não poderia ser candidato, pois estava impedido por contrariar a lei da ficha limpa, respondendo um processo criminal, que graças a Deus ele realmente recebeu uma Vitória extraordinária, quando Macau já havia o condenado em 4 anos de prisão e 8 anos de inegebilidade

Mozaniel recorreu da decisão de Macau e foi ser julgado em Natal, por sorte nossa justiça morosa do jeito que é , o processo foi extinto não por inocência, pois já havia sido condenado mas, por falta de prazo, ou seja, o processo prescreveu (havia se cometido crimes e não poderia aplicar punibilidade por não ter mais prazo),para confirmar minhas palavras basta ler o acordo do TJ/RN.

Então entendo que não devemos comparar as situações, pois são totalmente distintas e principalmente julgar Hélio da forma que Mozaniel procedeu a sua história de enganar o povo.

Acredito que Hélio fará diferente e só poderemos falar depois que sair o resultado de Natal, pois creio que vocês devem saber que Macau não é uma decisão definitiva, vamos aguardar o que Natal julgará, e acho que deveríamos deixar os problemas jurídicos de lado, e ir procurar voto, pois a eleição se ganha na urna e não com discussão, denigrindo a imagem do outro.

Por fim, vamos deixar as discussões de lado nos respeitar, e sim nos enterrar das situações dos fatos, vamos deixar de ser papagaio e começar a buscar informações verídicas fundamentadas.

Nota do do Blog: Reafirmo o meu maior desejo como cidadão Guamareense é que os três candidato sejam de fato deferidos pela justiça, e que o povo decida nas urnas, eleger aquele que for melhor para governar o município de Guamaré pelos os próximos quatro anos.

(Visited 71 times, 1 visits today)