“O vereador Gustavo Santiago foi usado pelo o ex-servidor da ETE com informações falsas”. Disse Edinor

“O vereador Gustavo Santiago foi usado pelo o ex-servidor da ETE com informações falsas”. Disse Edinor

A sessão ordinária da Câmara de Guamaré foi bastante debatida na tarde desta terça-feira (08), sobre o vídeo que tomou conta das redes sociais. Vídeo que demonstra um possível crime ambiental praticado pelo município ao utilizar sua estação de tratamento de efluente(ETE).

Na oportunidade

Ex-funcionário municipal chateado por demissão convocou vereador de oposição e abriu as comportas para apresentar os dejetos sendo jogados nos manguezais do habitat guamareense. O vereador ainda usou a tribuna para questionar procedimento.

Porém

O vereador de oposição, Gustavo Santiago,  que trouxe o tema na tribuna do legislativo logo reconheceu que foi usado, pois não questionou a posição dos seus colegas Edis, ainda disse que ”o ex-funcionário praticou uma crime ambiental ao abrir comportas para jogar os dejetos nos manguezais”, onde edil oposicionista concluiu seus argumentos, dizendo;

“Não sabia que este funcionário tinha sido demitido, se o mesmo realizou esta possível sabotagem o município precisa apurar, pois este possível crime foi praticado contra a cidade de Guamaré, é preciso punir o culpado”.

Indignado

O que se esperava de defesa da bancada do governo ao enxergar tamanha manobra de ex-funcionário, foi feito. Todos saíram em defesa da falsa acusação ao município com muita veemência.

O vereador Edinor Albuquerque fez questão de falar sobre o ocorrido e reafirmou que o vereador Gustavo foi usado de má fé pelo ex-funcionário da ETE.

O vereador que é líder da bancada governista na casa legislativa se demonstrou indignado, sem medo de questionar o absurdo praticado pelo ex-funcionário falou a verdade após visitar enloco, em companhia de 10 vereadores, como realmente funciona a estação de tratamento do município de Guamaré, disse o vereador. Blog Cidade do Sal.