sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Obra da Escola Antônio Teodorico em Salina da Cruz caminha a passos de tartarugas

Obra da Escola Antônio Teodorico em Salina da Cruz caminha a passos de tartarugas

O que muitos não sabem no munícipio de Guamaré, é que os onze vereadores eleitos e reeleitos pelo o povo, tem o papel e a função de fiscalizar as obras que são realizadas pela prefeitura, mas na verdade, alguns vereadores tem se esquecido dessa tal função, melhor dizendo, obrigação.

Quando a prefeitura publicar alguma licitação de uma determinada obra no diário oficial, a empresa segue os requisitos, como apresentação de documentações e um prazo para a conclusão da obra.

No meu entender, se a empresa não cumprir esses requisitos deveria ser punida, bloqueio de repasses, e a proibição de participar de licitações e contratos no período de no mínimo 10 anos, até porque está em questão o dinheiro público numa obra que anda a passos de tartaruga.

Algumas obras chegam a se perder no tempo de conclusão como, por exemplo, a obra da Escola Municipal Professor Antônio Teodorico, localizada na comunidade de Salina da Cruz, o segundo maior distrito do município.

A ordem de serviço foi assinada em 09 de julho de 2020 ainda na gestão anterior com um prazo de 180 dias, ou seja, 6 meses de obras, e pelo o tempo de execução a obra já deveria ter sido entregue a população, precisamente em janeiro de 2021,  e não foi.

Estamos em junho de 2021, há quase um ano, e ainda falta muita coisa a ser feita no local constatada pelo o portal. Tentamos falar com o responsável da empresa FA CONSTRUÇÕES, e com o engenheiro responsável pela fiscalização da obra Amsterdam Alan Bertoldo de Morais, para saber os motivos de não ter sido entregue a obra, mas não tivemos êxito nas nossas ligações.

Geralmente quando as empresas são questionadas alegam que foi a falta de repasses públicos, precisa de aditivo para concluir, o projeto precisou de modificação e por ai vai uma lista de desculpas e justificativas.

E quem sai perdendo com isso é a sociedade onde poderia usufruir de tal serviço, pois com a ineficiência das empresas, a falta de cobrança e fiscalização do poder legislativo e do próprio poder executivo que não fiscaliza, e não agem com rigor, as famílias da comunidade de Salina da Cruz serão obrigadas a esperar mais tempo para ver a única escola do distrito funcionando no seu próprio local.

Por fim, fico aqui na torcida que o atual prefeito Eudes Miranda, entregue em tempo essa importante obra a população de Salina da Cruz. O povo agradece!

Nota do Blog I

O Espaço do blog fica aqui aberto para quaisquer manifestação ou contestação por parte da prefeitura de Guamaré ou da empresa FA Construções e Serviços, responsável pela obra da escola, caso queiram se manifestar sobre a matéria que é de interesse público, através do nosso e-mail: [email protected]  ou pelo o WhatsApp do portal (84) 999104891.

Nota do Blog II

Oremos Irmãos!!!

JM Variedades