Olho por olho: O último político que impediu um governante de disputar a reeleição foi banido da vida pública

Olho por olho: O último político que impediu um governante de disputar a reeleição foi banido da vida pública

O princípio da justiça capturado pela expressão “olho por olho, dente por dente” é chamado lei de talião (ou lei de retaliação), que foi criada na Mesopotâmia. Em resumo, a lei exige que o agressor seja punido em igual medida do sofrimento que ele causou.

Pois bem…

Trago este fato da história estudado nas faculdades de Direito para lembrar de uma fato não muito distante, ocorrido na política do RN, quando o então Senador, José Agripino Maia impôs uma intervenção no diretório estadual do DEM, partido o qual ele tinha o comando para impedir que Rosalba Ciarlini, uma das poucas governantes dos Democratas no país usufruísse do seu legítimo direito de disputar a reeleição na cadeira de governadora do RN.

O ano era 2014…

Então, a vontade do Rei foi cumprida, Rosalba embora desgastada administrativamente, tinha o favoritismo do 2º maior eleitorado do estado, a sua cidade Mossoró e região, mesmo assim, não teve voz e vez e foi excluída do pleito, humilhada perante toda a classe política para atender um acordão nascido na calada da noite nas reuniões secretas.

A bem da verdade, a arte de tramar faz parte dos bastidores da política partidária, mas desta vez, como na maioria das vezes, os ditos “líderes e sábios” esqueceram de combinar com o povo e não deu noutra: a derrota vexatória do candidato fabricado pelas oligarquias familiares na época.

Moral da história…

O mentor da armação para tirar de Rosalba o direito de disputar a reeleição, recebeu o troco numa moeda mais alta e quatro anos depois, teve que sacrificar a vida pública do seu filho Felipe Maia para no final das contas perder a eleição de deputado federal e ficar de fora da vida pública, não diferente de uma parte da corja de “cobras” aliada do acordão de 2014.

Aqui pra gente:

Como na vida, na política, o mundo gira, dar voltas, cambalhotas e as vezes faz quem bateu esquecer do que fez na hora que o troco chega.

Este é apenas um exemplo!

(Visited 138 times, 1 visits today)