Ponta de Salina: Cadê a bomba, as caixas de águas, e água potável que estava aqui?

Ponta de Salina: Cadê a bomba, as caixas de águas, e água potável que estava aqui?

Moradores da comunidade de Ponta de Salina, distrito de Guamaré estão vivendo um caos, uma situação de fazer dó com a falta de abastecimento de água há quase dois meses.

A Caern parece ser omissa a situação e ao sofrimento dos moradores, e segundo informações colhida no local, a água quando vem não chega suficiente às torneiras das residências.

Os carros pipas locados da prefeitura não têm como prioridade abastecer a comunidade onde residem varias famílias. Quem tem sede tem pressa.

Em busca de uma solução, moradores procuraram a redação do blog na manhã desta quinta-feira (02), tendo em vista que as famílias não sabem mais a quem apelar.

Os moradores tem ligado para as pessoas responsáveis em busca de respostas e uma solução. Quem atende as ligações dos moradores fica sempre jogando o problema para o outra pessoa, mas nunca mostra uma saída.

“É um sofrimento só meu filho, já não sei o que mais fazer porque a água não chega às torneiras, e não tenho condições de comprar água mineral”, conta dona Francisca Graciano (62 anos), moradora da comunidade.

Em 2019 teve início à demolição da caixa d’água da comunidade de Ponta de Salinas, e logo após foi construída uma base nova, e colocado duas caixas cada uma de 20 mil litros, totalizando 40 mil litros para atender toda comunidade.

Com a conclusão da obra os moradores deveriam contar com um reservatório de água com mais capacidade de armazenamento e seguro, além de garantir maior comodidade aos moradores, mas não foi isto que aconteceu.

Meses depois, segundo contou Dona Francisca, o que deveria ter sido uma solução definitiva para a comunidade, hoje é só problema que não se mede.

As caixas de água para armazenamento nem existem mais no local, apenas a estrutura de concreto.

A bomba que jogada água da cisterna para as caixas sumiu do local, alguém do mundo dos vivos levou e não trouxe mais, e o reservatório vive seco sem água, e já apresenta pequenas rachaduras devido o tempo sem abastecimento.

Os moradores pedem e imploram socorro ao poder público, que olhe em tempo para as famílias de ponta de salina com os olhos do coração.

As imagens feitas hoje pelo o blog não me deixam mentir e falam por sim só.

O sofrimento coletivo me faz sentir como cidadão e imprensa local a dor dos moradores da comunidade de Ponta de Salina doer em mim.

Como fazer uma pergunta aos responsáveis não é pecado e não ofende, custa nada perguntar…

“Cadê a bomba, as caixas de águas, e água potável que estava aqui que abastecia a comunidade de Ponta de Salina”?

Nota do Blog: Oremos Irmãos!!!