sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
banner site png-1
‘Queremos a delação premiada’, diz defesa de suspeito de fraudes no Idema.

‘Queremos a delação premiada’, diz defesa de suspeito de fraudes no Idema.

Advogado Fábio Hollanda (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)“Nós queremos e estamos dispostos a negociar uma delação premiada. Meu cliente sabe de muita coisa. Sabe como funcionava todo o esquema dentro do Idema.

Mas ele só irá revelar, obviamente, se houver esse acordo de delação premiada.

A partir de agora, só depende do Ministério Público”. A declaração é do advogado Fábio Hollanda, que defende Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra, apontado pelo MP do Rio Grande do Norte como líder de suposto esquema fraudulento que desviou mais de R$ 19 milhões do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) entre anos de 2013 e 2014.

Os desvios foram investigados na operação Candeeiro, deflagrada em 2 de setembro do ano passado. De acordo com as investigações do MP, o esquema contava com a participação de pessoas da Unidade Instrumental de Finanças e Contabilidade do Idema em comunhão com o então diretor administrativo e com auxílio de terceiros, estranhos ao órgão.

Fábio Hollanda não quis antecipar o teor do que poderia ser revelado por Gutson Reinaldo. “Já entrei em contato com os promotores responsáveis pela operação Candeeiro. Propus a delação premiada. Agora resta apenas eles negociarem conosco como isso será feito. Se quiserem, meu cliente está disposto a colaborar”, ressaltou. G1

Ferragens Pai e Filho