Segurança Pública: Guamaré deve investir em sistema de videomonitoramento dos espaços públicos

Segurança Pública: Guamaré deve investir em sistema de videomonitoramento dos espaços públicos

O que ouvimos nas redes sociais e grupos de Whats App é uma reivindicação por parte da população, pedindo que o poder público tire da gaveta um projeto outrora anunciado, e coloque em prática com a implantação do Sistema de Vídeo Monitoramento na cidade.

Diante dos últimos assaltos ocorridos no município, este pedido por parte da população tem aumentado. E chegou a galope aos gabinetes dos vereadores na Câmara Municipal, e ao Poder Executivo, pedindo uma solução em tempo.

O sistema depois de implantado seria instalado em pontos estratégicos na sede em Guamaré, e em Baixa do Meio, maior distrito do município, como um trabalho de prevenção e resguardando a segurança da população.

Após ser implantado, diariamente o sistema passará a ser responsável por detectar ocorrências e atos ilegais no ambiente público.

Onde as equipes específicas da Policia Militar e Guarda Civil Municipal, serão acionadas através da central para o atendimento ágil.

Vale ressaltar que a importância do sistema de vídeo monitoramento não é só para o que é registrado, mas bem mais para o que irá ser prevenido.

Com a presença das câmeras os agentes de segurança agirão preventivamente, e evita muitas ocorrências, transgressões, inibindo em tempo àquelas pessoas que queiram realizar qualquer ato ilegal no ambiente público.

As desordens, roubos, furtos, danos ao patrimônio público e privado certamente seria evitado com o sistema de vídeo monitoramento.

Mais para isto acontecer será preciso que o poder público acredite, e coloque em prática a segurança pública com prevenção que a população tanto precisa.

A esperança está no novo prefeito Arthur Teixeira, ele tem a missão de acreditar e investir nesta prevenção que tem dado bons resultados em muitas cidades do RN.

O investimento por parte da prefeitura consagra o cuidado por parte do governo com cada cidadão de bem, de colocar as pessoas como centro de atenção das ações do novo governo.