sss-2
ferragens-pai-e-filhos
jm-variedades
redecon 2
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
Banner-Blog-Guamare-em-dia---1140x140px
“Sem a oposição do vento, a pipa não consegue subir”. Provérbio Chinês

“Sem a oposição do vento, a pipa não consegue subir”. Provérbio Chinês

“O trio famoso entrou para história do município de Guamaré, como a maior e mais eficiente oposição”.

pageRevirando o baú da história política do município, me recordo que a cidade do petróleo e da força dos ventos já teve de fato oposição.

Os três mosqueiros como foram batizados, são lembrados até hoje por sua vontade e coragem de mudar a história politica administrativa do município.

Voltando no tempo, precisamente nos anos de 2002, 2003 e 2004, lembramo-nos da luta da oposição para desestabilizar o governo do então prefeito João Pedro Filho.

O trio famoso entrou para história do município, como a maior e mais eficiente oposição que um prefeito de Guamaré já havia enfrentado, capitaneados pelo determinado vereador Carlos Câmara, Claudionor Vieira de Melo e Hélio Miranda, atual prefeito do município.

Nesta época, embora o prefeito tivesse o apoio incondicional de seis vereadores no legislativo, a oposição de Carlos Câmara, Hélio Miranda e Claudionor, demostraram que sabiam fazer politica e oposição ferrenha ao governo.

As sessões pareciam filme de faroeste, dividido em vários episódios as sessões ordinárias, mesmo sendo minoria, os três vereadores mostraram à população a verdade nua e crua, mudando o pensamento da população referente ao governo.

A maior prova, por exemplo, foi à derrota nas eleições de 2004 do governo de João Pedro Filho, que apoiava o então candidato Francisco de Assis, a vitória da oposição foi atribuída à luta dos três vereadores, que com coragem honraram os votos obtidos nas urnas.

Em resumo, é necessário relembrar desses momentos, para a que história faça justiça aos que lutaram pelos ideais e foram reconhecidos e notabilizados pelas suas qualidades, pelos seus discursos, pela sua vontade e coragem de denunciar, por sua vontade de ver e fazer acontecer, e não se curvaram a cultura hoje arraigada em nossa terra, do cala boca que eu te ajudo.

Hoje vejo várias vezes nas ruas, nas calçadas, dizerem que na atual legislatura precisava de pelo menos um Carlos Câmara para fazer a oposição voltar a brilhar e a ter voz, não à voz que sobe nos largos muros e atende aos interesses do Poder, mais aquela voz que caminha com os pés no chão ouve o povo e fala o que povo precisa.

É de uma oposição séria como na época de Carlos, Hélio e Claudionor, responsável e atuante que todo governo respeita, muitos gestores copiam até o discurso da esquerda se rendem aos brilhantes argumentos quantas algumas questões, o governo não perdem sua identidade, nem dilui a sua personalidade, mas se de fato houvesse oposição como antigamente, responsável e construtiva as coisas seria bem diferente, queira ou não, eles três sozinhos conseguiram com estratégia mudar a história politica do município. Sem a oposição do vento, a pipa não consegue subir. Provérbio Chinês.

Nota do Blog: Aguarde em reportagem exclusiva, se as eleições municipais fosse hoje, quem seriam os candidatos a prefeito e vice-prefeito. Além dos pretensos candidatos a vereador que afirmarem ao blog que irão voltar a câmara de vereadores faça chuva ou faça sol.

Ferragens Pai e Filho